Médico ameaça expor vídeo de sexo com professora após fim de namoro

A professora, E.N.D.S, 35 anos, denunciou o médico E.M.J. após ele a espancar e ameaçar expor na internet um vídeo em que os dois aparecem mantendo relação sexual. A vítima procurou a delegacia na manhã desta sexta-feira (17), em Cuiabá, para denunciar o fato. O médico foi preso.
Conforme a vítima, ele ameaçou expor o vídeo caso ela não retirasse uma medida protetiva decretada pela Justiça.
“Ele passou a me chantagear com um vídeo nosso, que é de uma relação que a gente teve, e ameaçou jogar na internet. Essa madrugada ele pulou o muro da minha casa para me bater. Ameaçou matar meu filho e o vizinho viu tudo”, contou a vítima.
Segundo a mulher, o médico a dopava em determinadas situações, para evitar que ela tivesse convívio social.
“Ele batia muito na minha cabeça para não deixar marcas. As vezes, ele me dopava com remédios para não me deixar trabalhar”, conta a professora.
Ela relata que estava disposta a perdoar o companheiro e reatar o relacionamento, inclusive retirando o pedido de medida protetiva concedido pela Justiça, porém, ele queria que ela desmentisse as acusações, dizendo que estava drogada e que foi influenciada pelas amigas.
Ela se recusou a fazer o que ele mandou e, por isso, ele invadiu a casa nesta madrugada.
A professora denunciou o fato à Central de Flagrantes (Cisc). A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa Da Mulher (DEDM), investiga o caso.

Com informações do repórter MT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *