Maranhão Verde supera expectativas em seu primeiro mês de atividades no Parque Estadual do Bacanga

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realizou, durante todo o mês de janeiro, a I Capacitação Técnica no Âmbito do Programa Maranhão Verde para as famílias do Parque Estadual do Bacanga, as quais foram selecionadas pelo Edital de Chamamento Público SEMA nº 002/2018, publicado no Diário Oficial do Maranhão – DOEMA nº 196, de 17 de outubro de 2018.

O Projeto “Floresta Protetora dos Mananciais I” é desenvolvido no Parque Estadual do Bacanga e já realizou em seu primeiro mês de atividades o plantio de 8.470 mudas em viveiros, de espécies como juçara, ipê amarelo, cajá do cerrado, aroeira, cupuaçu e buriti.

“Todas essas mudas plantadas pelas famílias selecionadas estão sendo cuidadas nos viveiros construídos pelo Programa, e serão instrumentos de reflorestamento por todo o Parque Estadual do Bacanga, que tanto já sofreu com a degradação praticada pelo homem”, disse o Secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho.

Luciana da Penha sente-se honrada pela ação: “Uma grande oportunidade estamos tendo aqui, no Programa Maranhão Verde. Estou aprendendo sobre o meio ambiente e como cuidar, passando esses conhecimentos para outras gerações, e, ainda, recebo uma bolsa que acrescenta na renda da minha casa”.

As capacitações para os membros fixos das famílias beneficiárias, neste caso, a mulher, visa um avanço na Política de Gênero no Estado, envolvendo ações de educação socioambiental, como o ensino de valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente.

“A Bolsa Maranhão Verde é uma forma de reconhecimento e independência a essas mulheres, que foram selecionadas dentro das condições previstas em Lei e estando inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), encontrando-se em situação de extrema pobreza. O Governador Flávio Dino acredita, valoriza e reconhece o poder de liderança dessas mulheres”, acrescentou o gestor.

Projeto “Floresta Protetora dos Mananciais”

No Parque Estadual do Bacanga está sendo desenvolvido o Projeto “Floresta Protetora dos Mananciais I”, no âmbito do Programa Maranhão Verde, destinado à conservação e recuperação das matas ciliares e áreas de recarga do Parque, com foco nas regiões do reservatório do Batatã e do Rio Prata.

As famílias beneficiárias do Programa desenvolvem atividades de conservação e recuperação dos recursos naturais, principalmente a produção de mudas e reflorestamento de espécies nativas, em áreas previamente definidas, as quais podem ser: Unidades de Conservação, Territórios Ocupados por Ribeirinhos, Extrativistas e Comunidades Tradicionais, além de outras áreas definidas como prioritárias por ato do Poder Executivo.

O Programa objetiva, ainda, promover a capacitação ambiental, social, educacional, técnica e profissional da população beneficiária.

A SEMA já executa o Projeto Berço do Rio Itapecuru no Parque Estadual do Mirador, objetivando conservar e recuperar as nascentes dos rios Itapecuru e Alpercatas.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!