Jovem codoense portadora de doença rara morre aos 22 anos no hospital de Coroatá

A codoense Eduarda Lima, de 22 anos, morreu nesta quinta-feira (13) no Hospital Macrorregional de Coroatá. A jovem era portadora de uma doença rara chamada Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Foto de Duda e sua mãe registrada há 4 dias em Coroatá

Duda, como a jovem era mais conhecida, descobriu que estava com a ELA em novembro de 2018 aos 20 anos de idade. A doença provoca a morte dos neurônios motores, que são as células nervosas responsáveis por todos os movimentos do corpo. Aos poucos, os doentes perdem a capacidade de se mover, de falar, de engolir e de respirar. 

Os pais de Duda são proprietários da Panificadora Pague Menos, uma das mais tradicionais da cidade. Eles não passaram informações sobre velório e sepultamento do corpo da jovem.

2 Comentários

  1. Muito triste essa notícia. Conheci ela e sei como a família lutou pela saúde de sua filha. Menina cheia de vida e com um futuro promissor. Meus pêsames aos pais dela.

  2. Triste, tão jovem! Que Deus a receba no seu reino e conforte o coração de todos os seus familiares!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!