Jornalista Marco Silva divulga nota sobre condução de Sena Freitas

O fato que ocorreu com o repórter Sena Freitas, na tarde desta terça-feira (28), pode acontecer com qualquer jornalista que trabalha na cobertura de casos de polícia. Ele estava apenas exercendo sua profissão quando foi covardemente agredido e teve seu celular derrubado (duas vezes) por duas bandidas, presas após serem flagradas furtando 16 pares de sandálias em um supermercado de Codó.

Sena Freitas não foi preso, como muitos espalharam de forma mentirosa. Ele foi apenas conduzido para esclarecer o fato de ter empurrado uma das bandidas, que xingou e desrespeitou populares que as filmavam e até os policiais que estavam na operação.

Infelizmente as leis aprovadas pelos deputados e senadores transformaram os criminosos de nosso país em seres intocáveis e com muitos direitos, que impedem até o cidadão de bem reagir a uma injusta agressão.

O jornalista Marco Silva se solidariza com o nosso colega de profissão e repudiamos qualquer tentativa de diminuir o brilhante trabalho que Sena Freitas desenvolve há vários anos na comunicação de Codó.

8 Comentários

  1. A culpa toda é da população que não sabe votar e colocam pessoas, apenas por simpatia ou por dinheiro.

  2. Vai passar pano pra agressor? Ele agrediu e é culpado, errou! Essa conversa de pode acontecer com qualquer um é balela, basta ser equilibrado.

  3. vivemos em uma sociedade onde todos sao altamente manipulados, muitos se deixam ser vendidos per merrecas e depois ficam sem direito a nada. todos sabem oq esta sendo feito em nosso pais e infelizmente jaja tem eleição e o povo vi esta se vendendo novamente. Triste porem realidade

  4. Bater em mulher só se pode quando é repórter!

  5. Brilhante trabalho? O cara não sabe né falar direito, não sabe conduzir uma entrevista, deve ser difícil para os os estudantes de jornalismo que passam anos estudando e não conseguem arrumar emprego, liga a tv e vê esse cara brincando de ser repórter.

  6. Sena, erra pra ter metido a tapona mesmo nessas vagabundas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!