Homem diz que depredou prefeitura de Codó porque foi demitido e estava bêbado

Foi de Walter Nogueira, um ex-servidor da Prefeitura de Codó (não disse em que função, mas provavelmente vigilante) a ideia de quebrar a vidraça da porta de entrada da prefeitura de Codó.
Ele bebia cachaça  na companhia de  Fernando Cardoso que, ao ouvir a ideia de depredar a PMC, concordou e quase imediatamente ambos colocaram em prática o plano.
E qual teria sido o motivo de Walter?
Ele disse à jornalista Emanuella Carvalho, da TV Cidade, que já estava ‘tomado’ e revoltado por ter sido demitido pela governo de Francisco Nagib.
Teria sido um ato de vingança ou mesmo de protesto contra a situação em que se encontra sua família sem ter como sobreviver dignamente.
“Você olha pra um lado, olha pro outro, não tem de quê, roubar eu não vou e fui demitido, não tem como eu apelar de outra coisa, aí eu fiz isso aí…O SENHOR ACHOU QUE ESSA ERA A MEDIDA CERTA, CORRETA? de ser não é, mas a pessoa não imagina isso aí”
“Tava tomado, tinha tomado umas duas,  surgiu isso aí, fiquei injuriado …SE REVOLTOU? com certeza, revoltado aí eu disse – vou quebrar logo essa desgraça logo”, afirmou
Já seu acompanhante, na hora da entrevista já sóbrio, se disse arrependido e que foi apenas na onda de Walter.
“Nós fizemos isso aí, foi errado, tô arrependido também. Nós tava bebendo aí ele teve a ideia pra nós, aí eu acompanhei”, confessou timidamente na frente do delegado Rômulo Vasconcelos.
O delegado afirmou que arbitraria fiança em valor baixo para que eles pudessem pagar e responder ao processo pelo crime de dano ao patrimônio público em liberdade.

Com informações do Blog do Acélio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!