Grupo Nassau inicia contratação das pessoas que vão trabalhar na indústria de cimento em Codó

O Grupo Nassau deu inicio a primeira etapa do projeto de reabertura da indústria de cimento em Codó. Informações enviadas ao Blog do Marco Silva dão conta de que antigos colaboradores estão sendo chamados para trabalhar no local, que fica instalado as margens da BR-316, zona rural do município.

“O RH já está lá. Primeiro chamando os colaboradores que já trabalhavam, para depois começar a contratar outros funcionários”, revelou nossa fonte.

A informação de que o grupo iniciou as contratações surge cerca de três dias após Marcelo Coelho, diretor de Relações Institucionais do Porto do Itaqui, se reunir com o diretor do grupo Nassau, Geraldo Santos, e com o secretário de Governo de Pernambuco, Milton Coelho, para tratar da reabertura da indústria de cimento Nassau em Codó.

Etapas de reabertura

O diretor Geraldo Santos afirmou que a empresa voltará a funcionar em duas etapas. A primeira será a contratação de mais 60 funcionários até o final deste ano para diagnosticar e preparar os equipamentos. A segunda fase será implantada até o final do primeiro semestre de 2021, com o início da produção de 200 mil sacos por mês e aumentando a produção para até 400 mil sacos de cimentos por mês até o final do próximo ano.

Segundo Geraldo Santos, que é filho de Fernando Santos, um dos herdeiros do grupo Nassau, a expectativa é gerar mais de 200 empregos diretos somente com a indústria de Codó.

26 Comentários

  1. Eu queria muito um emprego pq preciso muito eu tou desempregado sir mirdesse uma oportunidade eu acredeso muito.

  2. Como posso me candidatar a uma dessas vagas?

    • Tem um link ,onde vc pode fazer um cadastro e anexar seu currículo

    • Essa decisão é muito importante pra economia do nosso país, porém o grupo teria que rever todo débito trabalhista, em vários estados, que milhares de funcionários foram demitidos, e não receberam suas idenizações!
      Nós aqui da CEPASA em Jaboatão-PE, já vai pra quatro anos, e até agora nada!!
      É muita injustiça pra quem colaborou anos de sua vida pra que a empresa desenvolver se e no final receber tamanha desconsideração!
      Peço ao Sr. José Santos que tome uma providência, em relação ao nosso dinheiro!!
      Aguardo Resposta!

      • Sr. Roberto,

        Infelizmente essa notícia possui cunho político.

        Conforme relatei em outro momento, quem vivenciou a decadência do GIJS (trabalhei na Itapicuru-MA) sabe o quanto difícil será reerguer o grupo novamente.

        Mas espero que seja verdade, para o bem da cidade de Codó.

  3. Valdemar da Silva bayma

    Tô desemprego e tinha muito vontade de trabalhar nessa empresa. Com essas vagas que vai surgir. Estarei brigando por essas vaga.

  4. Roberthy Antônio Lima Silva

    Sou motorista categoria AE, Moro em Codó e gostaria de fazer parte desse time

  5. Aldair da Silva dos Santos

    Queria muito trabalhar nessa empresa como faço pra manda o currículo.. sou operador d pá carregadeira

  6. Como faço para me canditar a uma dessas vagas… pois tenho mto interesse.

    • É POR ISTO QUE CODÓ NÃO CRESCE MAIS, EXISTEM UNS POUCOS ANALFABETOS QUE TÊM RAIVA DO CHIQUIM PORQUE AS EMPRESAS DELE OFERECEM EM MÉDIA 6.000, 6.000, 6000, 6000 ( DECOROU FDP) EMPREGOS DIRETOS E INDIRETOS.
      AGORA ME APARECEM OUTROS VAGABUNDOS TIPO O SIMPLES ASSIM 👿 TORCENDO PARA QUE A NASSAU, QUE ESTÁ EM FASE DE RECUPERAÇÃO JUDIAL, NÃO DÊ CERTO.
      SEU SIMPLES ASSIM 👹🤘, PERGUNTE PRA AQUELE MOÇO QUE TINHA VÁRIAS EMPRESAS NA ENTRADA DA CIDADE QUE MONTOU COM DINHEIRO DA SUDENE ( TU SABE O QUE É SUDENE FDP) ESTÃO TODAS FECHADAS OU ARRENDADADS OU FALIDAS OU FODIDAS SEI LÁ ENTENDE.
      A FÁBRICA NASSAU, DE INÍCIO, NA CERTA VAI PRECISAR DE GEÓLOG, ENGENHEIRO MECÂNICO, ENGENHEIRO QUÍMICO , ENGENHEIRO ELETRICISTA,ETC.
      SUPUNHETO QUE DE INÍCIO DEVERÁ SER ASSIM.
      ALGUÉM DE CODÓ SE HABILITA ?
      A ISTO SE DÁ O NOME DE ” O CÚMULI DA IGNORÂNCUA”
      REZEMOS E TORÇAMOS PARA A NADSAU VOLTE A FUNCIONAR.
      SEI QUE NÃO VAI SER FÁCIL, O INVESTIMENTO VAI SER ALTÍSSIMOS PARA PÔ-LA EM CONDIÇÕES DE FUNCIONAL.MESMO PORQUE LADRÕES ANDARAM POR LÁ ROUBANDO ATÉ EXPLOSIVOS.
      MESMO CONTRA A VONTADE DE UNS V Á G A B U N D O S , M O L E Q U E S, I R R E S P ON S ÁVEI.
      SE DEUS QUISER TETEMOS ELA DE VOLTA.
      ESPERO QUE AS DE CODÓ TAMBÉM VOLTEM A FUNCIONAR OU PELO MENOS QUE O DINHEIRO DA SUDENE SEJA DEVOLVIDO .
      SE AÍ EM CODÓ

      • TUDO VC ESCREVEU E VERDADE, CONCORDO COM VC EM TUDO , TEMOS SIM E TORCER E TER FE QUE TUDO VOLTE A FUNCIONAR , NAO FICAR PENSANDO OU DESEJANDO COISA RUIM, UMA PARTE FALA MAL DO GRUPO FC , MAIS PENSE SE ESSE GRUPO FECHAR OU SAIR DA CIDADE FOR PRA CAXIAS JA PENSOU , E UM POVO SEM NOÇAO MESMO , QUE VENHA MAIS GRUPOS FC OLIVEIRA PARA CODO

  7. Antônio Francisco Cunha dos Santos

    Como faço pra fazer parte dessa equipe

  8. Só enviar o currículo para Nassau

  9. Sou vigilantr
    Auxiliar mecanico
    Torneiro mecanico
    Operador de torno cnc
    Onde posso coloca meu Currículo

    • Vão sonhando. Mais um engodo político do grupo FC pra eleger o Zito Filho. Isso é só desespero. Acordem!

    • Ederenildes Fernandes

      E muito importante o apoio dos governantes e população, no resgate destes empregos. E a Itapicuru, foi por muito tempo o maior empregador do município de Codó. E eu tive o privilégio de trabalhar nesta unidade. E estou disposto a contribuir com a sua volta ao senário cimenteira nacional.

  10. Isso aí tá mais com cara de jogo político kkkkk tão querendo enganar o povo

  11. Isso não passa de.uma jogada política, engana os desempregados , recebem os votos dos mesmos, depois que se elegerem são uma banana para o povo. Isso é jogo político somente para continuarem mamando nas tetas do governo é a população se lascando….

  12. SILVANO JOSE DA SILVA

    Seria bom se o grupo paga-se as ações trabalhista da usina Santa Teresa, que demitiu mais de 500 pessoas em 2017 e até hoje não pagou a ninguém (grupo caloteiro)

    • Sr. Silvano, concordo plenamente você.

      Infelizmente essa postagem tem caráter eleitoreiro, mas quem conhece a realidade do GIJS sabe da dificuldade do grupo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!