Diretora da escola Carmem Palácio Lago se manifesta sobre o corte de energia da unidade

Foi através das redes sociais que a diretora da Escola Municipal Carmem Palácio Lago, se manifestou sobre o corte no fornecimento de energia elétrica da unidade de ensino. A gestora disse que houve falta de comunicação entre o setor financeiro da prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação.
A diretora, que não teve a sua identidade revelada, disse que a prefeitura autorizou o corte de energia das escolas que estão desativadas, por esse motivo teria solicitado que a CEMAR interrompesse o fornecimento de energia da Escola Walter Zaidan e não da escola Carmem Palácio Lago. Como consequência da atrapalhada, dezenas de alunos ficaram sem assistir aula nesta segunda-feira (20).
Ouça o áudio abaixo:
No áudio acima podemos perceber que a gestora se confunde ao afirmar que a escola Walter Zaidan não existe, quando na verdade a unidade fica localizada no povoado Tucunaré, zona rural de Codó.

Nenhum Comentário

  1. Kkkkk…O Município de Codó não está resumido somente a cidade, o município é toda área territorial, incluindo a zona rural e cidade. O corte aconteceu por incompetência mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *