Com mandado de prisão, polícia continua procurando acusado de matar empresário Wesley

A polícia continua procurando Raimundo Nonato Marques da Silva, acusado de assassinar o empresário Wesley Cardoso Silva Portela, 34 anos, que era proprietário do Mercadinho Dallas e restaurante Dallas. O crime ocorreu na noite do dia 27 de fevereiro, na rua Dr. Antônio Joaquim Araújo, Conjunto Dallas, em Codó, interior do Maranhão.

Empresário Wesley Cardoso foi morto na noite do dia 27 de fevereiro (foto: arquivo)

Raimundo Nonato, também conhecido como Nonatinho, havia se apresentado em uma delegacia de São Luís poucos dias depois de cometer o assassinato. Ele foi ouvido por um delegado e confessou autoria do crime. No entanto, foi liberado logo em seguida.

No dia 4 de abril, um mandado de prisão foi expedido pela justiça e Nonatinho é considerado foragido. Uma recompensa está sendo oferecida para quem tiver informações que levem à prisão do acusado.

Quem tiver dados sobre o paradeiro de Nonatinho deve entrar em contato através dos números disponibilizados no banner abaixo. O anonimato é garantido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *