Com mais de R$ 450 milhões executados, Plano Emergencial bate meta de empregos no Maranhão

Lançado em agosto para gerar emprego e renda no Maranhão em meio à crise econômica nacional agravada pela pandemia, o Plano Emergencial de Empregos (PEE) Celso Furtado chegou ao fim de 2020 superando com antecedência a meta para a criação de postos de trabalho com carteira assinada.

Hospital da Ilha tem obras avançadas (Foto: Divulgação)

O programa teve, até dezembro, 80% dos R$ 558 milhões em investimentos previstos executados. Isso equivale a mais de R$ 450 milhões.

Isso ajudou a bater a meta de gerar, entre agosto e dezembro, o número de contratações do mesmo período do ano passado: 62.927. Antes mesmo de dezembro, esse número foi superado. Entre agosto e novembro, foram 63.670 admissões. 

Investimentos

O PEE Celso Furtado incluiu obras, projetos e compras públicas feitos pelo Governo do Maranhão em setores estratégicos para gerar emprego. Entre as ações, estiveram compras da agricultura familiar, obras do mutirão Rua Digna, obras em rodovias e escolas e os editais da Lei Aldir Blanc, para o setor cultural.

Também foram executadas ações no Cheque Minha Casa, de combate a incêndios, construção de praças e editais de compras da economia solidária.

Outra iniciativa bastante marcante do PEE Celso Furtado foi a abertura do Shopping da Criança, que oferece atendimentos de saúde e atividades de lazer, incluindo a realização de festas de aniversário. Tudo grátis e marcado com antecedência para não provocar aglomerações. 

Empregos

Levando em conta a diferença entre admissões e demissões, o Maranhão conseguiu um saldo positivo de 23.447 empregos com carteira assinada entre janeiro e novembro. Com esse desempenho, o Maranhão ficou em primeiro lugar no Nordeste e o oitavo entre todos os 26 estados e o Distrito Federal.

Este é o quarto ano seguido em que o Maranhão gera novos empregos com carteira assinada. A curva tem subido sem parar desde 2017. Naquele ano, o saldo positivo tinha sido de 1.221 postos formais. Em 2018, subiu para 9.649. Em 2019, foram geradas 10.707 vagas. E agora são 23.447, faltando um mês para fechar o cálculo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *