Codoenses estão revoltados com a péssima qualidade da saúde do município

A morte inesperada e lamentável da senhora Ednalda Alves da Silva Cunha, de 42 anos, que estava gravida de gêmeos e perdeu a vida após complicações em sua gestação na noite desta terça-feira (21), por volta das 21 horas, dentro do Hospital Geral Municipal, revoltou a população de Codó.

Após familiares e amigos relatarem que a gestante foi vítima de negligencia médica e demora no envio de uma ambulância do SAMU, vários codoenses foram as redes sociais criticar o péssimo atendimento oferecido pelo sistema público de saúde do município. Entres as críticas mais duras está a de uma jovem que pergunta quando o prefeito Francisco Nagib vai tomar vergonha na lata.

Selecionamos cinco comentários de pessoas revoltadas. Confira: