Codoense que matou esposa grávida de gêmeos e baleou filha de 1 ano continua foragido

Acusado de matar a própria esposa com um disparo de arma de fogo no último domingo (1º) no Povoado Riacho dos Viana, zona rural de Timbiras, no interior do Maranhão, o codoense Paulo Sergio Sousa Lima, 41 anos, conitnua foragido e estaria tentando fugir para a cidade de Caldas Novas, em Goiás. A informação foi confirmada por familiares da vítima, que também revelaram que ela estava com tres meses de gravidez de gêmeos quando foi assassinada pelo marido.

Josélia da Silva Gomes Araújo, 22 anos, foi atingida nas costas por um disparo de espingarda. Levada em estado grave para o Hospital Regional de Timbiras (HRT), a mulher morreu horas depois. Uma menina de um ano e onze meses, filha da vítima com o acusado, também foi atingida pelo tiro e continua internada com vestígios de bala alojados na região da virilha.

Familiares da jovem morta afirmam que Paulo Sergio se encontra escondido em uma região de mata próximo ao povoado onde ocorreu o crime e teria sido visto próximo as residências. Informações dão conta de que parentes do acusado estariam arrecadando dinheiro para que ele consiga viajar para Caldas Novas.

Amigos e familiares Josélia da Silva estão com medo da presença de Paulo Sergio na região e pedem que a Polícia Civil de Codó faça diligencias na para prendê-lo antes que fuja para outro local.

Matéria republicada a pedido dos familiares da vitíma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!