Codoense, professor negro que lutou contra o racismo há mais de um século é destaque na Folha

O Folha na Sala desta semana conta a história do professor Hemetério José dos Santos, um intelectual negro que lutou por uma educação universal e uma sociedade antirracista durante o fim do século 19 e primeira metade do século 20. 

O educador negro Hemetério José dos Santos – Biblioteca Nacional

Hemetério nasceu em Codó (MA), em 1858, trinta anos antes da abolição da escravidão no Brasil. Aos 16, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde terminou os estudos e se tornou professor explicador de francês no Colégio Pedro II. Ali, diz-se, foi visto pelo próprio imperador, que ficou admirado pela sua competência. Ouça abaixo

Clique aqui e leia a reportagem completa da Folha de São Paulo.

2 Comentários

  1. Clodomir Bandeira Lima Neto

    Eis aí uma biografia que devia ser resgatada. Um ilustre professor que poderia muito bem dar nome à escola a ser inaugurada no antigo prédio da Fábrica de Tecidos!!!

  2. Bom escutar que nossa cidade também teve e ainda pode ter notícias boas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *