CODÓ, 122 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

Foi a 16 de abril de 1896 que a vila de Codó foi elevada à categoria de Cidade, através da Lei Estadual n° 133, da mesma data, sancionada pelo governador Alfredo de Cunha Martins, sendo  nomeado primeiro Intendente do Município o político de projeção Francisco Sérgio Bayma. A sua gestão durou um ano apenas, pois em 1897, foi substituído pelo seu tio Manoel Ferreira Bayma.

Nestes 122 anos de autonomia político-administrativa, Codó tem crescido e se desenvolvido, não obstante os percalços havidos na época do seu povoamento, fato normal aos  aglomerados humanos em franca expansão. Assim lhe ocorreu.

Afora isso, o progresso tem vindo ao seu encontro, proporcionando a grandeza econômica do Município e a felicidade dos seus 120 mil habitantes.

Os seus administradores como se observa, sempre se preocuparam para que este rincão maranhense se mantivesse na esteira do desenvolvimento entre os demais municípios e até superando alguns em determinados aspectos, o que não foge ao conhecimento dos codoenses.

Anualmente, tenho escrito e publicado breve mensagem sobre o 16 de abril, data memorável da emancipação política de Codó, esta bela cidade, que a todos acolhe de braços abertos.

Todo o seu progresso e desenvolvimento a olhos vistos, vêm- se verificando pelo trabalho significativo dos seus administradores, sem faltar-lhes a proteção de Deus e a interseção das Padroeiros Santa Rita, Santa Filomena e São Sebastião também Padroeiro.

Parabéns Codó!

Prof. Carlos Gomes

Codó-MA,  16 de Abril de 2018

1 Comentário

  1. Belíssimo texto, professor Carlos Gomes. Parabéns pela excelente aula de história, Mestre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!