Carlos Brandão e ministro Marcos Pontes discutem estratégias para o desenvolvimento do Centro Espacial de Alcântara

O vice-governador Carlos Brandão participou, na tarde desta sexta-feira (5), da 5ª reunião ordinária da Comissão de Desenvolvimento Integrado para o Centro Espacial de Alcântara (CDI-CEA). 

Comissão de Desenvolvimento Integrado para o Centro Espacial de Alcântara (Foto: Gilson Teixeira)

Realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), em São Luís, o evento contou com as presenças do ministro de Ciência, Tecnologias e Inovações (MCTI), Marcos Pontes, dos prefeitos Eduardo Braide (São Luís) e Padre William (Alcântara), do presidente da Fiema, Edilson Baldez, e de outras autoridades.

O objetivo do encontro foi discutir temas de interesse para a infraestrutura, logística, turismo e o desenvolvimento socioeconômico para Alcântara e região, já que a Comissão vem estruturando o planejamento para o uso comercial do Centro Espacial de Alcântara (CEA).

A projeção da Comissão é desenvolver socioeconomicamente a região, bem como criar modelos de negócios que incentivem atividades espaciais e formação profissional de mão-de-obra maranhense que corresponda às demandas do Centro.

Durante a reunião, os gestores enfatizaram que os esforços devem contar com a participação e a parceria mútua entre os governos federal, estadual e municípios, com todas as esferas trabalhando conjuntamente em torno do vetor de desenvolvimento regional e da construção de políticas públicas para a execução do programa de Desenvolvimento Integrado.

A ideia é que as próximas reuniões ordinárias da Comissão passem a acontecer no Maranhão e envolvam todos os agentes ligados direta e indiretamente ao Centro Espacial de Alcântara, como destacou o ministro Marcos Pontes.

“Tudo começou com um sonho e uma determinação. E isso a gente tem aqui. Certamente, precisa da união de todos”, frisou o ministro Marcos Pontes.

Geração de renda e desenvolvimento

O desenvolvimento regional e a geração de emprego e renda com o uso comercial da Base de Alcântara foram alguns dos temas em destaque nas discussões da 5ª CDI-CEA. 

Para o ministro Marcos Pontes, é essencial que a população local seja a maior beneficiada com os projetos que podem ser instalados em Alcântara.

“Quem eu vejo como tripulação desse ‘foguete’ é a população aqui do estado, é a população de Alcântara, que tem que ‘decolar’ em termos de desenvolvimento social, em termos de renda per capita. Isso tudo é possível. Para ser feito, não é só um trabalho de um ou de dois, vai ser um trabalho de todos nós juntos”, ressaltou o ministro.

O vice-governador Carlos Brandão elogiou o encontro e garantiu ampla participação da gestão estadual no processo.

“O governo do Estado está de portas abertas. Desde o começo desse programa nós abraçamos essa causa. Fico feliz em estar participando de mais uma reunião ordinária para debater vários assuntos de interesse de Alcântara. Eu sinto que Alcântara é um ponto de convergência em todos os segmentos. Estamos à disposição e no que for preciso o Governo do Estado vai auxiliar e participar, para que a gente possa ver Alcântara se transformar e gerar muito emprego e renda”, concluiu o vice-governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *