Cabelereiro é obrigado a trabalhar dentro d’água sempre que chove em Codó

Em tempos de chuva forte quase todos os dias, um trabalhador codoense do ramo de beleza está sendo obrigado a exercer sua profissão dentro d’água. O problema ocorre porque seu local de trabalho fica próximo a um córrego que transborda sempre que uma chuvarada cai em Codó. A água da chuva invade o local e o cabelereiro não tem outra saída que não seja continuar atendendo os clientes.

A barbearia afetada fica na rua Rio Grande do Norte e o proprietário e vizinhos pedem que o poder público tome providencias para solucionar o problema. “Aqui tem o canal da água fria que acaba com tudo quando chove. Alaga casas que fica perto, igreja e principalmente uma barbearia lá que alaga também. Nós, moradores, fizemos um protesto no sábado (15) fechando a rua com mato, árvores e pneus, mas nada foi resolvido. O asfalto foi arrancado com a pancada da chuva e abriu muitos buracos. E tem muita lama na rua por conta da água que desce forte”, reclama uma moradora.

2 Comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkk que noticias sem sentido, o cara faz a casa dentro do corrego, ta querendo o que????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!