Bira destaca resultado do 2° turno e declara que será oposição ao governo de Bolsonaro

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) subiu à tribuna, nesta segunda-feira (29), para falar sobre o resultado das eleições 2018, encerrada no domingo (28), com um segundo turno presidencial entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), este último eleito presidente da República. Da tribuna, o socialista eleito deputado Federal com quase 100 mil votos, declarou que será oposição ao governo de Bolsonaro.

Para o parlamentar, o resultado apresentado deve ser respeitado porque é a regra da democracia. “Nós defendemos a democracia, diferentemente dele, cuja a bandeira é a ditadura, é o autoritarismo. Por outro lado, não podemos deixar de reafirmar o nosso ceticismo com a decisão tomada pela maioria da população brasileira. Não acredito no projeto liderado pelo senhor Jair Bolsonaro. Então, desde já, eu afirmo, categoricamente, serei um deputado de oposição no Congresso Nacional, porque não aceito o desmonte de direitos”, afirmou.

Como exemplo do desmonte de direitos, citou “a destruição de direitos previdenciários, como já está sendo informado pelo já anunciado ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, e as privatizações das empresas estratégicas para o desenvolvimento do país”.

“Portanto, eu não concordarei com teses que já foram derrotadas pela história e que, infelizmente, pela restrição e manipulação das informações, não apenas pela grande mídia, mas também pelas fake news das redes sociais, induzem as pessoas ao erro”, disse Bira.

Em complemento, Bira frisou que entende o sentimento e a indignação da população por tudo o que vem acontecendo no Brasil, mas afirmou que a decisão foi equivocada. Nas palavras dele, deram veneno para um doente. “Mas é da história. É o processo que nós tínhamos que passar até para que o povo brasileiro amadureça. Todos nós teremos os elementos para fazer avaliação. Eu espero que eu esteja errado, que dê tudo certo e desejo isso do fundo do coração, mas não acredito, porque se o presidente eleito fizer tudo o que ele prometeu, é a crônica da tragédia anunciada, é a destruição completa dos direitos mais elementares do povo brasileiro”, sublinhou.

O deputado aproveitou para parabenizar o povo maranhense e nordestino, que, segundo ele, não carregará nenhuma culpa em relação ao resultado desta eleição. “Se dependesse do Maranhão, se dependesse do Nordeste o resultado era outro. No Maranhão foram 73% dos votos em favor de Haddad. Portanto, não aprovamos esse projeto e não respaldamos o projeto que está sendo liderado pelo senhor Jair Bolsonaro. Parabenizo os maranhenses, os nordestinos que me orgulham muito pela posição assumida; e o governador Flávio Dino (PCdoB) pela liderança que teve, a altivez, a transparência de não se esconder, como muitos políticos fizeram”, cumprimentou.

Bira do Pindaré concluiu sua fala reafirmando o compromisso com o povo do Maranhão, que o elegeu deputado Federal. Ele disse que passadas as eleições, todos e todas deverão assumir seus papeis institucionais para discutir e defender políticas públicas para o Maranhão e para o Brasil, como determina a liturgia dos cargos.

“Mas, repito, serei um deputado de oposição, com muita tranquilidade, firmeza e determinação, para fazer a frente da resistência democrática e lutar contra todos os ataques aos direitos da nossa população. Fomos conferidos com a missão honrosa de representar o Maranhão no Congresso Nacional, num momento difícil, delicado, complexo, cujas batalhas já podemos antecipar e prever que serão extremamente intensas naquela Casa. Mas estaremos ali. Com a bênção de Deus, venceremos as batalhas e honraremos todas”.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!