Biografia de Clodovil diz que ele pagava por sexo com garotos, gostava de ser filmado e teria usado cocaína

A vida do apresentador e político Clodovil Hernandes sempre foi um livro aberto, ou quase foi. Fato é que agora a polêmica figura não se encontra mais no mundo dos vivos. Clô, como era chamado, faleceu em 2009, mas jamais deixou a memória da televisão.
De acordo com informações do jornalista Fernando Oliveira, a biografia sobre a vida dele já está causando a maior polêmica. “Tons de Clô”, que só chega às livrarias na semana que vem, revela detalhes da vida íntima do apresentador.
Alguns amigos relataram que ele sempre recorria ao serviço dos garotos de programas, que gostava de pagar para ter sexo. Também pedia para ser filmado no ato sexual e gostava de ser voyeur. O livro levanta até a hipótese dele ter feito o uso de cocaína.

Com informações do site O TV FOCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!