Câmara Municipal de Codó dá exemplo de gestão e libera recursos para combate a covid-19

A Câmara Municipal de Codó, sob a gestão do atual presidente vereador Leonel Filho, vem inovando, cumprindo com seus compromissos financeiros e dando um exemplo de gestão pública. Indo na contramão de outras câmaras municipais pelo país, que estão ávidas por mais recursos, a Câmara de Codó, que pela segunda vez abre mão de recursos, liberou recentemente quase dois milhões de reais para que o município aplicasse no combate ao Corona-vírus.

Em dezembro passado, a Câmara já havia retornado ao governo municipal 27 mil reais. Agora, pelo novo acordo assinado pela maioria dos vereadores, o Legislativo reconhece a dívida com a previdência e faz acordo para a liberação de recursos da ordem de R$ 1.971.514,87.

No documento, os parlamentares assinam a confissão de dívida, reconhecendo como legítimo e legal o bloqueio dos R$ 82.146,45 feito entre janeiro de 2019 a julho de 2020, exatamente R$ 1.560.782,55 no total. Os valores não poderão ser mais questionados, pois ficou assinada a confissão de dívida e a legalidade da retenção do recurso no período. A Câmara também assinou dizendo que ainda deve à prefeitura R$ 410.732,32. Valores que serão descontados ao longo dos próximos meses até o fim da gestão do atual presidente.

Dando exemplo de gestão

Desde que assumiu a presidência da Câmara, o vereador Leonel Filho vem saneando as contas, recuperando as instalações físicas da Casa Legislativa, reestruturando a administração e dando melhores condições de trabalho aos parlamentares e servidores.

“Infelizmente, o que fora deixado pela gestão anterior foi lastimável, o que se via era um grande descaso, dívidas se amontoavam. O descrédito era total. Aquela gestão acabou quase maculando o nome da instituição. Hoje, a Casa, com o trabalho e apoio dos vereadores, tem orgulho de dizer que nada deve e tem suas contas quitadas em dia. Além de pagar em dia as contas da Casa, a presidência, com o apoio dos demais vereadores quitou débitos e agora libera mais recurso para o Executivo aplicar no combate ao novo Corona-vírus. Tudo com muita responsabilidade e transparência para nossa sociedade”, concluiu o presidente.

“Estamos fortalecendo ao máximo o ensino não presencial, com aulas via internet e rádios”, disse, na expectativa de que a ação atenue os efeitos indiretos da pandemia.

Ascom

3 Comentários

  1. Conteúdo muito confuso…

    Título fala de liberação de valores, porém soa mais como uma justificativa por parte do Legislativo.

    “liberou recentemente quase dois milhões de reais para que o município aplicasse no combate ao Corona-vírus”.

    – Existem documentos que comprovam tal feito?!

    “Em dezembro passado, a Câmara já havia retornado ao governo municipal [ 27 mil reais ]. Agora, pelo novo acordo assinado pela maioria dos vereadores, o Legislativo reconhece a dívida com a previdência e faz acordo para a liberação de recursos da ordem de R$ 1.971.514,87.

    No documento, os parlamentares assinam a confissão de dívida, reconhecendo como legítimo e legal o bloqueio dos R$ 82.146,45 feito entre janeiro de 2019 a julho de 2020, exatamente R$ 1.560.782,55 no total.

    Os valores não poderão ser mais questionados, pois ficou assinada a confissão de dívida e a legalidade da retenção do recurso no período. A Câmara também assinou dizendo que ainda deve à prefeitura R$ 410.732,32”.

    – Devolveram 27 mil reais?! Somente isso de economia?! Outro ponto, vocês não cederam 2 milhões, vocês foram obrigados aceitar a dívida. Queríamo$ $aber em troca de quai$ favore$?

    Seria bom explicar onde foi parar esses quase 2 milhões de reais, oriundos do desconto da contribuição previdenciária dos trabalhadores, mas sem repasse para o INSS, assim prejudicando os trabalhadores no tempo de contribuição para a aposentadoria. Explica aí CM Codó, ou preferem conversar diretamente com o MP MA?

    O povo codoense acordou para os descasos do Legislativo e Executivo!

  2. Eu também quero saber onde foram aplicados esses quase RS 2.000.000,00 senhores Presidente da Câmara, Prefeito Municipal (aguardando resposta kkk).
    “Infelizmente, o que fora deixado pela gestão anterior foi lastimável, o que se via era um grande descaso, dívidas se amontoavam. O descrédito era total. Aquela gestão acabou quase maculando o nome da instituição.” Estou adorando lê essa delação premiada e nem foi preciso a intervenção da justiça, aguardando a liberação dos próximos podres.
    Tá vendo Z., FN, depois que deixa o mandato….e vc está em outro mandato…..isso é maravilhoso.
    Quando vê as barbas do vizinho arder,………….(dito popular)

  3. Esses R$ 410.732,32 vão ficar dependurados, mudança total no próximo ano nessa câmara parcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *