06 – FATOS E PERSONAGENS QUE ENALTECEM A HISTÓRIA DE CODÓ

Dando prosseguimento ao escrito que leva o título a cima, relatamos a seguir:

  • DENFESORIA PÚBLICA EM CODÓ. Este Órgão de Justiça foi instalado em Codó no dia 12 de novembro de 2011. Está localizado a na Rua Nazeu Quadros, Nº03 – Conjunto Dalas. Seus primeiros defensores: Dra. Suzana Camila Castelo Branco e Dr. Élcio Rodrigo Cruz. Antes da instalação deste importante Órgão de Justiça em Codó, o Dr. Domingos Soares Reis, defensor Público exercia esta nobre função, n defendendo aqueles que não podiam constituir um advogado para este fim.  
  • CODOENSES QUE ASSUMIRAM SUPERINTENDÊNCIAS DE BANCOS. Luís Antonio Muniz Béliche, Iomar Araújo Rodrigues e José Agostinho de Carvalho Neto. Estes 3 Codoenses foram alunos do antigo Colégio Magalhães de Almeida, na década de 70. Aprovados em concursos públicos se destacaram como bancários, inclusive assumindo os cargos de Superintendentes. Os dois primeiros assumiram a Superintendência do Banco do Brasil e o último a Superintendência do Banco do Nordeste, falecendo prematuramente, no ano de 2012. Os três Codoenses ilustres foram alunos do escritor destas linhas.
  • ALFAIATES EM CODÓ. Nos anos 50 já existia um bom número desses profissionais da arte de bem vestir o homem. Os mais procurados: Lemos, que morava na casa de Dona Filuca, na antiga Rua da Areia hoje Simeão de Marcedo. O Sr. José Lopes da Silva, pai do Vereador José Augusto Medeiros da Silva, residindo à Praça Alcebíades Silva e Raimundo Guimarães Cruz, estabelecido com sua Alfaiataria e Lojinha de artigos afins a esta importante profissão, situadas à Rua Afonso Pena, Nº 386, onde ainda hoje permanece sua nora Gonçala, vendendo artigos de armarinho. Guimarães, assim conhecido na sociedade codoense, era o alfaiate mais solicitado da época.
  • CODOENSES QUE INGRESSARAM NAS FORÇAS ARMADAS E ATINGIRAM O OFICIALATO. José Maria Magalhães de Almeida, nasceu em uma fazenda, nas imediações do Povoado Km-17, neste Município. Concluídos seus primeiros estudos, ingressou na Escola Militar, atingindo o Oficialato da Marinha de Guerra. Alem desta honrosa patente como militar, foi também um grande político, inclusive Governador do Maranhão. Benedito da Silva Santos, filho de Osvaldo Santos e Dona Edelzuita da Silva Santos. Nasceu na Fazenda Ouro Preto, onde seu pai explorava as atividades agropecuárias e grande comercio, atendendo seus moradores e famílias adjacentes. Benedito, muito inteligente descobriu sua vocação militar e ingressou na Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN), atingindo a patente de Coronel do Exército. Infelizmente, faleceu prematuramente.
  • PRESIDENTES DO ROTARY CLUBE DE CODÓ. Quando o RC de Codó completou 40 anos de existência (1959/2000) foi escrito um breve histórico, onde foram relacionados os dirigentes de cada ano rotário.  Na oportunidade, relaciona-se somente o Presidente. O ano rotário tem inicio em junho e termina em julho do ano subsequente: José Anselmo dos Reis Freitas (1960), Fernando Guimarães Carneiro (1960/1961), Emilio Biló Murad (1961/1962), José Merval Xavier Cruz (1962/1963), Aluísio Passos Souto (1963/1964), Antônio José Murad (1964/1965), José Bayma Piorsky (1965/1966), Antônio Joaquim Araújo (1966/1967), Raimundo José de C. Antunes (1968/1969), Reinaldo Araújo Zaidan (1969/1970), José Merval Xavier Cruz (1970/1971), Mauro Bastos Pereira Rêgo (1971/1972), Vicente Oliveira Neto (1972/1973), Francisco Mauro Queiroz (1973/1974), Carlos Gomes da Silva (1974/1975), José Anuar Oliveira (1975/1976), Raldi da Costa e Sousa (1976/1977), Alcino Silva Sousa(1977/1978), Edson Costa Coimbra (1978/1979), Moisés Alves dos Reis (1978/1979), Edmundo Soares do Nascimento (1980/1981), Francisco das Chagas Rodrigues (1981/1982), Vicente Prado Pontes (1982/1983), Ricardo Antonio Archer (1983/1984), Talmir Costa Quiroz (1984/1985), Milton Bandeira Lima (1985/1986), Maximiano Bandão Lima (1986/1987), Ataliba Lima Santana (1987/1988), Rogério Martins de Melo (1988/1989), Raldi da Costa e Sousa (1989/1990), Mário José Brito (1990/1991), Carlos Gomes da Silva (1991/1992), José Barreto Roma (1992/1993), Ilmar dos Santos Sobrinho (1993/1994), Luis Vicente Cardoso (1994/1995), Iramary de Jesus Martins Queiroz (1995/1996), Adoaldo Fernandes Gomes (1996/1997), Maria Soares da Silva (1997/1998), Gersávio Rodrigues da Silva (1998/1999), Procópio Reis Silva (1999/2000).
  • PODER JUDICIÁRIO EM CODÓ. Segundo fontes fidedignas (Revista Leia Hoje, Ed.2000), Codó foi termo de Coroatá por duas vezes, sendo o primeiro Juiz Municipal Dr. José Joaquim Viana e o primeiro de Direito da Comarca Dr. Candido Vieira Soares. A Comarca desta importante cidade maranhense foi elevada à terceira entrância na gestão do Governador Sebastião Archer da Silva. Após Dr. Candido Vieira Soares, outros Juízes exerceram o Juizado de Codó, entre eles: Dr. Ovideo Guilhon, Dr. Augusto Elizio de Castro Fonseca, Dr. Bendito Barros Vasconcelos e muitos outros até os dias atuais.

Codó-MA, dezembro de 2018

Professor Carlos Gomes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!