Equipe de Nagib se enrola ao tentar contornar a polêmica envolvendo o repasse de quase R$ 5 milhões

A polêmica envolvendo o repasse complementar de R$ 4.825.963,06 que caiu na conta da Prefeitura de Codó, dia 29 de dezembro do ano passado, e o abono pedido pelos professores, fizeram com que o setor de contabilidade e a Secretaria de Administração o emitissem na última sexta-feira (13) uma nota em que afirmava que o ex-prefeito Zito Rolim pagou exatamente R$ 4.825.963,06 (quatro milhões, oitocentos e vinte e cinco mil, novecentos e sessenta e três reais e seis centavos) 4,60% acima do mínimo legal de 60% do Fundo de Educação.

A nota que deveria ajudar a contornar a polêmica, fez foi aumentar as dúvidas com relação a real utilização da verba recebida pela prefeitura. Muitos codoenses começaram a se perguntar como a prefeitura teria gasto com a educação em 03 dias, exatamente o mesmo valor recebido?

Com o agravamento da polêmica, a equipe do prefeito Francisco Nagib, de forma atrapalhada, resolveu fazer outra nota e enviar para os meios de comunicação. A nova informação afirma desta vez que foram pagos, exatamente R$ 3.665.119,29 (três milhões, seiscentos e sessenta e cinco mil, cento e dezenove reais e vinte nove centavos), que corresponde a 3,65 % acima do mínimo legal de 60% do Fundo de Educação.

Mais afinal de contas, foram gastos R$ 4.825.963,06 ou R$ 3.665.119,29? Se a reposta for a segunda opção, aonde foi parar R$ 1.160.843,77 que seria o saldo dos quase R$ 5 milhões recebidos pela prefeitura? Se existe quase um milhão e duzentos mil reais nas contas da prefeitura, porque não pagam o 13° e a outra metade do salário de dezembro dos professores contratados do município.

Com tantas perguntas, só mesmo lendo as duas notas que foram divulgadas pela equipe do prefeito Francisco Nagib, para tentar entender ou atrapalhar ainda mais nossas cabeças.

LEIA ABAIXO A ÍNTEGRA DA NOTA EMITIDA PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DIVULGADA NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA (13):

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA

No último ano do Governo Zito Rolim, a prefeitura municipal de Codó aplicou 64,60% da receita do FUNDEB  – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização e de Profissionais da Educação. Esse percentual corresponde a mais de 64 milhões de reais aplicados em folhas de pagamento e encargos sociais para seus educadores em todo o ano de 2016.

Foram pagos, exatamente, R$ 4.825.963,06 (quatro milhões, oitocentos e vinte e cinco mil, novecentos e sessenta e três reais e seis centavos) acima do mínimo legal de 60% do Fundo de Educação.

As informações foram repassadas na última quinta-feira (12) ao Prefeito, Francisco Nagib, pelas Secretarias de Finanças e Administração, após apuração de todas as receitas e despesas realizadas nos doze meses do ano passado.

Quando as despesas com pessoal do magistério ficam abaixo dos 60%, a lei determina o pagamento de abono aos educadores para alcançar esse percentual mínimo dos valores arrecadados no FUNDEB. Mas não foi este o caso em 2016. A receita total do FUNDEB, no período, foi de pouco mais de 100 milhões de reais.

Piso nacional e plano de carreira respeitados

Codó cumpre o piso nacional do magistério desde 2009. Em todo o Brasil, apenas 45% dos Municípios pagam corretamente o piso salarial. Codó está entre as poucas Cidades em que o Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações está plenamente em vigor.

Na  segunda-feira (16) o governo municipal enviará à Promotoria de Justiça e ao Conselho do FUNDEB todo o demonstrativo financeiro.

Ascom – PMC

AGORA CONFIRA A NOTA DIVULGADA NA MANHÃ DESTA TERÇA-FEIRA (17) PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA:

Retificação

RESPEITO AOS EDUCADORES – Governo Zito Rolim paga 3,6 milhões acima do mínimo de 60% do FUNDEB

No último ano do Governo Zito Rolim, a prefeitura municipal de Codó aplicou 63,65% da receita do FUNDEB  – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização e de Profissionais da Educação. Esse percentual corresponde a quase 64 milhões de reais aplicados em folhas de pagamento e encargos sociais para seus educadores em todo o ano de 2016.

Foram pagos, exatamente, R$ 3.665.119,29 (três milhões, seiscentos e sessenta e cinco mil, cento e dezenove reais e vinte nove centavos), que corresponde a 3,65 % acima do mínimo legal de 60% do Fundo de Educação. Foram repassados aos profissionais do magistério o percentual total de 63,65%, de um total arrecadado do FUNDEB de R$ 100.414.227,29 (cem milhões, quatrocentos e quatorze mil, duzentos e vinte sete reais e vinte centavos).

As informações foram ATUALIZADAS hoje segunda-feira (16) ao Prefeito, Francisco Nagib, pelo setor de contabilidade e a Secretaria de Administração, após apuração de todas as receitas e despesas realizadas nos doze meses do ano passado.

Quando as despesas com pessoal do magistério ficam abaixo dos 60%, a lei determina o pagamento de abono aos educadores para alcançar esse percentual mínimo dos valores arrecadados no FUNDEB. Mas não foi este o caso em 2016. A receita total do FUNDEB, no período, foi de pouco mais de 100 milhões de reais, e o percentual aplicado em folha de pagamento e obrigações sociais foi acima de 60%..

Amparo Legal

A legislação que trata do tema é a Lei 11.738 de 2008 que institui o piso salarial nacional para os profissionais de magistério público da educação básica e soma-se a Lei municipal 1.548 de 2011 que autoriza e disciplina a concessão de abono excepcional aos professores e profissionais do suporte pedagógico da educação básica em efetivo exercício na rede municipal.

Piso nacional e plano de carreira respeitados

Codó cumpre o piso nacional do magistério, para os professores efetivos, desde 2009. Em todo o Brasil, apenas 45% dos Municípios pagam corretamente o piso salarial. Codó está entre as poucas Cidades em que o Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações está plenamente em vigor.

Nesta terça-feira (17) o governo municipal enviará à Promotoria de Justiça, a Câmara de Vereadores, ao sindicato SINDSSERM e ao Conselho do FUNDEB todo o demonstrativo financeiro, fazendo jus à lei de transparência e ao bom relacionamento com todas as instituições e seus servidores.

Ascom – PMC

 Contribua com o BLOG DO MARCO SILVA, enviando sua Matéria, Sugestão ou Denúncia para o WhatsApp: (99) 9 8838-9805

Daniel Sousa não aparece e deixa ouvintes da Eldorado AM frustrados

                  Osvaldo Filho, Daniel Sousa e Jerônimo Filho

O radialista Osvaldo Filho (conhecido como Mãozinha) anunciou ontem (16) nas redes sociais uma entrevista com o polêmico apresentador de rádio Daniel Sousa, sua presença estava sendo aguardada para hoje (17) na Rádio Eldorado AM, onde de segunda a sexta-feira vai ao ar o popular programa do Mãozinha, às 7 da manhã. Uma foto chegou a ser compartilhada na internet em que aparecem Daniel Sousa, Osvaldo Filho e o diretor da Eldorado AM, Jerônimo Filho, acompanhada de uma informação que confirmava sua presença na emissora.

Daniel Sousa que é conhecido por ser um dos radialistas mais polêmicos da história de Codó, usaria os microfones da rádio Eldorado para fazer revelações bombásticas contra o atual administrador do município. O comunicador não estaria satisfeito com a forma como estaria sendo tratado dentro do governo de Francisco Nagib.

Há vários dias a direção da rádio pertencente à família Archer, aguardava a presença do polêmico comunicador em seu principal programa diário, mas tudo indica que isso ainda vai demorar muito para acontecer, para a decepção dos milhares de ouvintes da rádio Eldorado AM de Codó.

Candidato de Francisco Nagib ganha e o prefeito de Codó está cada vez mais próximo do governador Flávio Dino

O prefeito do município de Tuntum, Cleomar Tema, foi eleito nesta segunda-feira (16) presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), biênio 2017/18.

Cento e noventa e dois prefeitos e prefeitas estavam aptos a votar, sendo que 146 compareceram à eleição. Tema obteve 142 votos – foram registrados três brancos e um nulo.

  Francisco Nagib em reunião que oficializou seu apoio ao agora presidente da FAMEM

Apesar de historicamente apoiar os candidatos da ex-governadora Roseana Sarney, independente do cargo que disputassem, o prefeito Francisco Nagib preferiu apoiar o candidato do governador Flávio Dino para a presidência da FAMEM. A decisão não teria sido bem aceita pela ex-governadora e pelo Senador João Alberto, que tentaram de todas as formas eleger a prefeita de Rosário, Irlahi Moraes, para o comando da instituição.

Nagib e Dino cada vez mais próximos

A decisão de não apoiar uma candidata indicada pelo clã Sarney, fez aumentar o grau de confiança de Flávio Dino para com o jovem prefeito codoense. Alguns governistas de São Luís que mantem contato com o Blog do Marco Silva, garantem que serão cada vez mais frequentes as obras do governo do estado destinadas para serem executadas por Francisco Nagib no município de Codó, a exemplo do que aconteceu na última quinta-feira (12), quando o governador do Maranhão e Nagib assinaram a ordem de serviço para a construção de um Núcleo de Educação Integral na cidade de Codó.

Se isso for verdade o ex-vereador Pedro Belo pode ser jogado para escanteio por seu GRANDE amigo Flávio Dino. Mas não se assustem caso isso realmente venha acontecer, pois o governador Flávio Dino é conhecido em todo o estado por não ter muita consideração com seus aliados.

Francisco Nagib e Secretário Municipal de Agricultura se reúnem com produtores para tratar sobre PNAE e PAA

Nesta terça-feira (10) o Secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Araújo Neto, e o Coordenador do PNAE e PAA em Codó, Sebastião Neto, estiveram reunidos com produtores da agricultura familiar para tratar do novo modelo de administração desses programas. O secretário quis conhecer e conversar pessoalmente com cada produtor, saber de suas demandas e ideias para melhorar o modelo de gestão do PNAE e PAA.

“Este primeiro encontro é muito importante. Para conhecer cada fornecedor, os presidentes das associações, os produtores que irão fornecer. Também ouvimos as suas demandas, suas opiniões e compartilhamos algumas ideias. Então, passaremos para eles as propostas do novo modelo de gestão desses programas que atendem nosso município”, explicou o secretário.

ASCOM / PMC

Corrupção de R$ 1 bilhão: Imposto que você pagava ia parar em contas durante o governo Roseana

Por JM Cunha Santos 

Em seu despacho, a juíza Cristiana de Souza Ferraz Leite, listou os crimes cometidos na Secretaria de Estado da Fazenda do Maranhão durante o governo Roseana Sarney. Da denúncia do Ministério Público, constaram outros crimes correlatos, como veremos adiante.

PECULATO
Apropriar-se de dinheiro, valor, bem público ou particular de que tem a posse em razão do cargo.
Pena – Reclusão de 2 a 12 anos e multa.

Sempre que você encontrar uma criança com fome ou um pai desesperado porque não consegue alimentar os filhos pense em como seria diferente se nos 50 anos do domínio dos Sarney esse dinheiro fosse aplicado em políticas de segurança alimentar e nutricional, como faz agora o governo Flávio Dino com investimentos na agricultura familiar e a inauguração e manutenção de 14 restaurantes populares no Estado.

Inserção de dados falsos em sistemas de informação
Inserir ou facilitar o funcionário autorizado a inserção de dados falsos, alterar ou excluir indevidamente dados corretos nos sistemas informatizados ou bancos de dados da administração pública com o fim de obter vantagens para si ou para outrem ou para causar dano.
Pena – Reclusão de 2 a 12 anos.

Em geral quando isso acontece os gestores estão escondendo apropriação e desvios de verbas e quase sempre se trata de muito dinheiro, tanto que nem saberíamos contar. Pense em como teria sido diferente se esse dinheiro fosse aplicado em segurança pública, como faz agora o governo Flávio Dino, inclusive com a incorporação de mais 2.500 policiais ao Sistema Estadual de Segurança em apenas dois anos.

As “vantagens para outrem”, aqui, são das 190 empresas que, conforme denúncia do titular da 2º Promotoria de Justiça da Ordem Tributária, Paulo Roberto Barbosa Ramos, deixaram de pagar impostos, beneficiadas com isenções fiscais e compensações tributárias ilegais. As “vantagens para si” podem ser as doações para campanhas políticas ou depósitos em contas particulares e/ou secretas de funcionários e autoridades.

Pense, agora, se todo esse volume de recursos, durante os anos todos de governo de Roseana Sarney fosse aplicado em educação, como faz hoje o governo Flávio Dino com as reformas e construção de 534 escolas. Pense em como teria sido diferente a educação de seus filhos e quanto teria sido gerado em emprego e renda se todo esse dinheiro não fosse parar em contas particulares.

PREVARICAÇÃO
Pena: Reclusão de 3 meses a 1 ano e multa.
Retardar, deixar de praticar ou praticar indevidamente ato de ofício ou pratica-lo contra disposição expressa de lei para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.

O governo Roseana Sarney quase sempre agiu contra disposições expressas de lei e em atendimento a interesses pessoais. Foi assim quando não cumpriu o Estatuto do Magistério, quando não efetivou promoções na Polícia Militar etc. No caso, a ex-governadora cometeu crime de prevaricação ao não impedir o concurso de isenções fiscais e compensações tributárias ilegais na Secretaria da Fazenda, atendendo, é claro, a seus próprios interesses eleitorais. Com isso, o povo maranhense foi lesado em R$ 1 bilhão. Pense em quantos hospitais, escolas, estradas poderiam ter sido construídos ou recuperados com esse dinheiro, quantos empregos teriam sido gerados com a aplicação desses recursos em obras públicas e programas sociais, quantas vidas teriam sido salvas se pelo menos parte desse bilhão fosse investido em segurança.

Fraude à administração fazendária
Pena: Reclusão de 2 a 5 anos e multa.
A fraude é consistente de toda ação ou omissão dolosa tendente a impedir ou retardar, total ou parcialmente, a ocorrência do fato gerador da obrigação tributária principal, ou a excluir ou modificar as suas características essenciais, de modo a reduzir o montante do imposto devido, ou a evitar ou diferir o seu pagamento.

E eis o ato principal que gerou o rombo de R$ 1 bilhão. O que se pergunta é quanto cada membro da organização criminosa que agiu na Secretaria da Fazenda ganhou neste processo de elisão fiscal que alimentou os cofres de 190 empresas. E mais uma vez se entende a paralisia total do governo Roseana Sarney, em todos os setores, tais como educação, saúde e segurança. O dinheiro dos investimentos tomou outro rumo que não o da administração pública, foi criminosamente desviado para contas de empresas particulares e pessoais.

Participação em organização criminosa
Promover, constituir, financiar, ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa.
Pena: Reclusão de 3 a 8 anos e multa.

Considera-se organização criminosa a associação de 4 ou mais pessoas estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, ainda que informalmente, com objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prática de infrações penais cujas penas máximas sejam superiores a 4 anos ou que sejam de caráter transnacional.

O povo pagava impostos que as empresas associadas à “Máfia da Fazenda” não recolhiam. Era o seu dinheiro de homem pobre ou de classe média, portanto, alimentando uma fraude bilionária que, como se infere das denúncias do Ministério Púbico,, financiou campanhas políticas, enriqueceu ainda mais quem já era muito rico e criou na economia maranhense um caos que se fez sentir na saúde, na educação, na segurança pública, no desemprego da juventude e na progressão geométrica das desigualdades sociais. A miséria do povo elaborada, criminosamente, em gabinetes governamentais.

Todas as penas somadas, se aumentadas de um terço até a metade, como manda a lei, dá só uns 50 anos.

Sabendo de tudo isso, vomite e repita no Maranhão o protesto que o Brasil inteiro já gritou: SARNEY, NUNCA MAIS!

Polêmica no ar – Daniel Sousa estará no programa do Mãozinha e deverá fazer revelações bombásticas

O apresentador Daniel Sousa estará amanhã (17), às 7 da manhã, no programa do Osvaldo Filho (popular Mãozinha) na rádio Eldorado AM. Conhecido por ser um dos radialistas mais polêmicos da história de Codó, o comunicador não estaria contente com o prefeito Francisco Nagib e por esse motivo deverá fazer revelações bombásticas contra o atual administrador do município.

Há vários dias a direção da rádio pertencente à família Archer, aguardava a presença do polêmico comunicador em seu principal programa matinal, mas somente hoje começou a circular uma foto na internet em que aparecem Daniel Sousa, Osvaldo Filho e o diretor da Eldorado AM, Jerônimo Filho, acompanhada de uma informação que confirma sua presença na emissora.

O blog do Marco Silva ficará ligado no programa do Mãozinha para saber se as revelações bombásticas irão atingir o prefeito Francisco Nagib e seu antecessor Zito Rolim.

Tentativa de homicídio, apreensão de drogas, arrombador detido. Confira as ocorrências deste final de semana em Codó

Wesley Richardson Bayma, de 22 anos, suspeito de arrombamento à comércio no Centro de Codó

A PRIMEIRA OCORRÊNCIA FOI A PRISÃO DE MAIS UM RESPONSÁVEL POR REALIZAR ARROMBAMENTO à COMÉRCIO NO CENTRO DE CODÓ.

A Policia Militar de Codó registrou um aumento no atendimento à ocorrências por arrombamentos ocorridos à estabelecimentos do Centro Comercial de Codó Maranhão, entretanto, está sendo dado uma resposta eficiente ao passo que elevamos o número de prisões de indivíduos que cometem esse tipo de delito. Desta vez, a Força Tática do 17°BPM efetuou a prisão, no dia 14, de mais um responsável por arrombamento em comércio do Centro Comercial, trata-se de Wesley Richardson Bayma, de 22 anos, um dos três suspeitos de ter realizado um arrombamento na Livraria Confiança, ocorrido na última terça-feira (10), em que furtou diversos objetos, incluindo celulares e outros. O suspeito foi reconhecido pelos policiais militares através das imagens das câmeras de segurança e confessou sua participação na ação criminosa.

Menor suspeito de tentativa de homicídio

A SEGUNDA: PM DE FOLGA EVITA HOMICÍDIO

Uma rixa antiga entre dois menores, ambos de 17 anos, culminou com uma tentativa de homicídio. A Policia foi informada via 190 de ocorrência com disparo de arma de fogo, em um lava jato próximo à UPA, no bairro Codó Novo. Quando os policiais militares chegaram no local, o menor acusado da tentativa de homicídio, encontrava-se em atendimento na UPA com um ferimento no tórax, sem risco de morte.

Menor Vítima da tentativa de homicídio

A vítima, R.C.d.S., relatou que estava na rua São Luís, quando foi surpreendido pelo menor de iniciais M.G.D.S., que portava uma arma de fogo, revólver, e passou a ameaçar e agredi-lo com coronhadas na cabeça. Um policial militar à paisana estava no local deu voz de prisão ao agressor, que por sua vez direcionou a arma para o militar, onde este efetuou o disparo na direção do menor infrator, atingindo-o no braço.

                          Arma de fogo apreendida na tentativa de homicídio
Antônio da Conceição vulgo Gabena, 21 anos, Suspeito de tráfico de drogas.

OUTRA OCORRÊNCIA FOI A APREENSÃO DE DROGAS NO BAIRRO SÃO FRANCISCO.

Uma equipe policial do serviço operacional ao intensificar abordagens e revistas pessoal no bairro São Francisco encontrou em posse de Antônio da Conceição vulgo Gabena, 21 anos, quartoze (14) trouxinhas de substâncias com aparência de maconha.

 

 

 

ASCOM / 17º BPM

Perigo – Parque de diversão coloca em risco vida de crianças codoenses

Parques de diversão são lugares que sempre remetem a felicidade e à alegria, como o próprio nome já diz, mas há perigos nesses lugares aparentemente inofensivos e invisíveis aos cegos olhos de quem visita.

Em parque de diversão, pequenos descuidos com os aparelhos podem causar uma terrível tragédia. As principais ameaças num parque são: As “gambiarras” de luz, os remendos nos brinquedos, o mal estado dos parafusos, má instalação dos equipamentos, entre outros.

Navio Pirata foi montado encima de pequenos pedaços de madeira

A falta de manutenção dos equipamentos ou de dispositivos de segurança podem, também podem provocar acidentes. Por isso, os pais ou responsáveis devem ficar atentos ao estado de conservação e às regras de funcionamento dos brinquedos.

Estivemos no final da tarde deste domingo (15) visitando o Parque de Diversões São José, que foi montado na Praça Palmério Cantanhede (Praça do Viveiro), no local constatamos vários problemas que colocam em risco a vida dos frequentadores, o mais grave pode ser visto nos brinquedos Roda Gigante e Navio Pirata, os brinquedos foram instalados em cima de pedaços de madeira, que estão umas sobre as outras, sem nenhuma outra base de sustentação. Mais que fôlego, é preciso ter coragem para encarar uma aventura dessas.

Um dos brinquedos mais perigosos do Parque foi montado encima de pedaços de madeira

O que diz as autoridades

Segundo a Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (Adibra), que tem 80 filiados no país, os brinquedos precisam da vistoria do Corpo de Bombeiros, da inspeção da prefeitura e do acompanhamento de um engenheiro responsável. O parque instalado em Codó não tem inspeção dos órgãos e nem é filiado à Associação.

De acordo com o vice-presidente da Adibra, Francisco Donatiello, para funcionar o brinquedo precisa da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), que é emitida por um engenheiro. E, dependendo de suas características, deve passar por manutenção diária. Nos parques itinerantes, como o de Castro, os aparelhos devem ser inspecionados por um engenheiro a cada nova montagem.

Contribua com o BLOG DO MARCO SILVA, enviando sua Matéria, Sugestão ou Denúncia para o WhatsApp: (99) 9 8838-9805

 

Polícia prende homem por porte ilegal de arma de fogo e apreende 46 veículos irregulares em Timbiras

Durante o final de semana, o Comando do 17º BPM determinou ações de ostensividade com a realização da Operação “Saturação” na cidade de Timbiras, em que foi designada uma equipe operacional de Codó para juntamente com a de Timbiras intensificar abordagens com revistas à pessoas e veículos, bem como retirar de circulação armas, drogas e veículos irregulares, que deverão passar por uma triagem para detectar veículos roubados ou furtados, em razão de inúmeras denúncias do livre trânsito de veículos provenientes de roubo e furto naquela cidade.

A Operação Saturação resultou na apreensão de 24 veículos irregulares no sábado e 22 apreendidos no domingo, além da prisão em flagrante delito de EDILSON BORGES SOUSA por porte ilegal de arma de fogo, pois durante abordagens à um bar, no bairro São Sebastião foi encontrado em seu poder um revólver calibre 38 de numeração raspada com 6 munições intactas.

ASCOM / 17° BPM

Veja o vídeo da mulher traída exibindo a amante do marido pelada pelas ruas do bairro

Uma mulher flagrou a vizinha com seu marido fazendo sexo. Irritada com a infidelidade, tirou a mulher pelos cabelos, cortou algumas mechas com faca,  e saiu exibindo a rival pelada pelas ruas do seu bairro, chamando a atenção de todos que fotografavam ou filmavam a cena.

 

 

O fato aconteceu em Cubatão, São Paulo. Veja o vídeo:

https://youtu.be/B9LBPuO83FY

Fonte: Luis Cardoso