DETECTOR DE CORRUPÇÃO – Werverton Rocha e Zé Reinaldo respondem a quatro processos na justiça

O aplicativo “Detector de Corrupção”, lançado há cerca de 15 dias pelo Instituto Reclame aqui e pela agência de publicidade Grey, permite ao leitor verificar se políticos que cumprem mandato no Congresso ou no Executivo foram condenados ou respondem a processos na Justiça.

O app móvel tem dado muita dor de cabeça para os políticos corruptos do Brasil, pois através dele se tornou mais fácil “puxar a ficha” dos potenciais deputados, senadores e até presidentes.

O Blog do Marco Silva fez pesquisou os dados dos deputados federais maranhenses Weverton Rocha e Zé Reinaldo e descobriu que os dois respondem a quatro processos na justiça.

Weverton Rocha

Segundo o aplicativo, o deputado federal Weverton Rocha é investigado em inquérito que apura crime na Lei de licitações quando era secretário de Esporte do Maranhão. É alvo de inquérito referente a crimes de peculato, corrupção ativa e passiva. Rocha também responde a duas Ações Civis Públicas.

Zé Reinaldo

O deputado federal Zé Reinaldo também aparece quatro vezes no “Detector de Corrupção”. O ex-governador é réu em ação movida pelo Ministério Público Federal por crimes da Lei de Licitações, corrupção passiva e corrupção ativa. Também é réu em ação penal por associação criminosa, peculato e corrupção passiva. Reinaldo ainda é réu em ação por improbidade administrativa com enriquecimento ilícito e responde ao inquérito n° 4412/2017 – STF.

Prefeitura de Codó pretende gastar R$ 570 mil com software de gestão escolar

A Prefeitura Municipal de Codó publicou no Diário Oficial do Estado do Maranhão, edição do dia 10 de maio, a cópia do Extrato de Contrato número 20180166, que tem como objetivo a contratação de empresa de desenvolvimento de software para implantação, conversão, treinamento técnico, licenciamento de uso de software de gestão escolar de acordo com descrito em termo de referência de interesse da Secretaria Municipal de Educação.

O contrato tem duração de nove meses e foi fechado com a empresa W. de Q. Vieira – ME (Ergon Sistemas), localizada na cidade de Araguaína, Tocantins.

Veja:

SEMA dá início ao III SEMINÁRIO de Apoio a Gestão Ambiental Municipal

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), realiza, de 14 a 16 de maio, no auditório da FIEMA, o III Seminário de Apoio a Gestão Ambiental Municipal.

O objetivo do encontro é orientar as administrações sobre os procedimentos realizados na área ambiental. “O nosso intuito é fortalecer a gestão municipal, somando esforços no sentido de ampliar o alcance e a luta pela preservação do meio ambiente”, explicou o secretário Marcelo Coelho.

Estão sendo realizadas palestras e oficinas programas ambientais, licenciamento ambiental; Estruturação do Sistema Municipal de Meio Ambiente e habilitação; políticas de resíduos, queimadas e educação ambiental; fiscalização e monitoramento; poluição sonora; Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Documento de Origem Florestal (DOF).

De acordo com o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Balsas, Rui Arruda, o seminário é uma forma de enriquecer o conhecimento. “Vejo que os municípios têm a oportunidade de aprender a legislação ambiental para serem aplicadas em suas sedes e, assim, o Maranhão dar um grande passo na área ambiental”, disse ele.

Opinião compartilhada pela Secretária Municipal de Lima Campos, Aristânia Freitas. “O município de Lima Campos vem modificando suas metodologias de trabalho conforme o que vem aprendendo nestes seminários. Somos referência na gestão ambiental em nossa região. Fomos uns dos primeiros da região do Médio Mearim a se habilitar junto à SEMA. Esperamos que possamos voltar para a nossa cidade com mais novidades para aprimorarmos a nossa política municipal de meio ambiente”, destacou.

Cerca de 300 pessoas participam da capacitação, sendo secretários de meio ambiente e técnicos da área.

Plano Estadual de Educação Ambiental

Durante a abertura do evento, o Secretário Marcelo Coelho, lançou o Plano Estadual de Educação Ambiental, principal instrumento balizador das políticas, dos programas e projetos de Educação Ambiental, devendo ser observado transversalmente em todas as políticas estaduais para a implementação da Política Estadual de Educação Ambiental.

“Já é Lei, sancionada pelo Governador Flávio Dino. E, assim, contribui para que as ações de Educação Ambiental sejam articuladas e contínuas, com gestão coordenada, respeitando-se as especificidades de cada região do Maranhão” afirmou o Secretário Marcelo Coelho.

Ascom

Prefeitura de Codó autoriza compra de novos ônibus para a educação

Esta semana a prefeitura de Codó adquiriu mais equipamentos para melhorar ainda mais a educação do município. Trata-se a aquisição de 15 ônibus novos, modelo ORE 3, de sessenta lugares cada, que farão parte da frota da SEMED. Na manhã desta terça-feira (15) o prefeito assinou a ordem de compra dos novos modelos, que junto aos 12 ônibus próprios do governo irão garantir o transporte de crianças e jovens em Codó. Na ocasião estava presente o Secretário Municipal de Educação, Paulo Buzar, além de secretários de governo e representantes do legislativo.

De acordo com prefeito, a frota ainda não está completa, mas a aquisição já é um grande reforço para o transporte escolar. “Estamos muito felizes com mais este grande avanço e um marco para a educação de nossa cidade. Tínhamos 12 ônibus próprios e outros não eram. Com o reforço de 15 novos modelos de ultima geração e com sessenta lugares iremos garantir mais vagas para o transporte escolar e com muito mais conforto e segurança para nossas crianças”.

Nota: Ascom – PMC

Policiais Civil e Militar recuperam metralhadora e colete balístico em Pirapemas

No início da noite desta segunda-feira (14), uma operação conjunta entre as policiais civil e militar, recuperou uma metralhadora e um colete a prova de balas que haviam sido subtraídos da delegacia de Pirapemas na madrugado do último domingo (13).

Ainda no domingo, o delegado da regional de Itapecuru-Mirim, Samuel Morita e sua equipe estiveram na cidade iniciando as diligências e, nesta segunda, já com o delegado Valter Costa, titular da delegacia de Pirapemas e o apoio da Polícia Militar, foi logrado êxito nas buscas. Os objetos foram encontrados em uma residência no bairro Torre.

A polícia já identificou o autor deste delito, um menor de idade, com diversas passagens pela polícia, inclusive por latrocínio tentado no ano de 2015.

As buscas para encontra-lo continuam sendo realizadas, no município e adjacências.

Carolina Gomes – Ascom SSP

Maranhão é o segundo maior produtor de soja do Nordeste

Maranhão é o segundo maior produtor de soja do Nordeste. (Foto: Divulgação)

Os agricultores maranhenses, em especial, os grandes produtores de grãos, continuam otimistas, tendo em vista que a safra de 2018 deverá atingir um novo recorde, maior que o ano anterior em 838,3 mil toneladas. É o que aponta a Nota de Agricultura Maranhense, publicada nessa segunda-feira (14), pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc).

A nota trata da previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas do Estado, referentes à estimativa do segundo bimestre de 2018. A análise completa encontra-se disponível no site do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos. Acesse pelo link: http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/30/226

De acordo com os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) referentes ao mês de abril de 2018, a produção graneleira maranhense está estimada em 5.265 mil toneladas em 2018, crescimento de 18,9% em comparação com a safra de 2017.

O presidente do Imesc, Felipe de Holanda, explica o bom resultado das safras em 2018. “Os preços das commodities agrícolas no mercado internacional estão em recuperação, ainda que em ritmo lento. Soma-se a isso a valorização do dólar a patamares ainda mais elevados, constituindo fatores que contribuem significativamente para a decisão de plantio dos produtores, já que os mesmos plantam conforme as condições do mercado, seguindo a lógica econômica: quando os preços estão elevados, há um estímulo à produção”.

A produção de soja no Maranhão tem evoluído em vários municípios ao longo dos anos. Em 2010, por exemplo, 33 dos 217 municípios maranhenses produziam soja, já em 2016, surgiram mais 18 municípios que passaram a cultivar esse grão, totalizando 51 municípios produtores de soja no estado. Entre estes novos produtores, destacam-se Açailândia, Buriticupu e Itinga do Maranhão, cujas produções em 2016 foram de 53,7, 35,7 e 31,1 mil toneladas, respectivamente.

Segundo dados da Pesquisa Agrícola Municipal – PAM (2016).  Entre 2010 e 2016, somente a Bahia, o Maranhão e o Piauí produziram soja de forma contínua. Segundo as últimas informações disponíveis (2016), a Bahia produziu cerca de 63,3% da soja da Região, enquanto que a participação da produção desse grão do Maranhão em relação ao total do Nordeste equivaleu a 24,2%. O Piauí respondeu por cerca de 12,5% da soja no Nordeste.

Milho

A produção de milho, por sua vez, fechou o ano de 2017 em 1,6 milhões de toneladas, com incremento de 948,2 mil toneladas, fruto do aumento de 39,6% na área plantada, o que representa cerca de 133,8 mil hectares. Quanto ao rendimento médio desta cultura, em 2017 encerrou em 3.521 kg/ha, maior em 89,6% em relação ao ano anterior.

Em relação à cultura do milho, da mesma forma como acontece com a produção de soja, a Bahia, o Maranhão e o Piauí destacam-se como os maiores produtores do Nordeste. A Bahia concentra a maior parte da produção nordestina de milho, com cerca de 50,0%, segundo dados da PAM (2016). Em segundo lugar, está o Maranhão, com peso de 21,6%, seguido pelo Piauí, com 19%. As demais unidades da federação nordestinas participam com 9,4%, somando seus pesos.

No caso do Maranhão, ao longo dos anos este produto passou a ser cultivado de forma mais expressiva, sendo que em 2010, a participação do Maranhão na produção de milho do Nordeste era de 12,9% e em 2016, ano considerado ruim para a produção agrícola brasileira devido à grande estiagem iniciada ainda em 2015, a participação do Maranhão na produção nordestina de milho foi de 21,6%.

Nota de Agricultura Maranhense

A Nota de Agricultura Maranhense é um dos produtos do Boletim de Conjuntura Econômica, uma publicação trimestral do Imesc. A Nota, deste modo, se propõe fazer uma discussão prévia dos resultados do LSPA, divulgado mensalmente pelo IBGE.

O LSPA trata da previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas, por intermédio das Comissões Municipais e/ou Regionais de Estatísticas Agropecuárias (COMEA’s e COREA’s) que, por sua vez, são consolidadas para o nível estadual pelos Grupos de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA).

Agricultura Maranhense. (Foto: Divulgação)

Ascom

Homem é morto a golpes de faca na noite desta segunda-feira (14) em Codó

Orlando da Cruz Silva (Foto: Adryan Gutiere)

Irlane da Cruz Silva, popularmente conhecido como Cheirinho, de 33 anos de idade, foi morto após ser atingido por vários golpes de faca. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (14), por volta das 22h00, 5º Travessa Goiânia, Bairro Santo Antônio, em Codó.

Segundo testemunhas, o crime aconteceu após a vítima ter se envolvido em uma discussão com o seu assassino. Orlando teria jogado um tijolo na cabeça do outro homem, que ficou com um pedaço do produto alojado na testa. Em seguida a vítima tentou fugir, mas foi alcançado e morto pelo criminoso.

O suspeito pelo crime, Francisco Nascimento, 38 anos, foi preso pela Polícia Militar e encaminhado ao Hospital Geral Municipal (HGM). O ferimento em sua testa foi grave e ele pode ser transferido a qualquer momento para o Hospital Macrorregional de Coroatá.

Francisco Nascimento foi preso e hospitalizado (Foto: Adryan Gutiere)

Prefeitura vai gastar R$ 1,5 milhão com a recuperação asfáltica das ruas esburacadas de Codó

A prefeitura de Codó assinou no último dia 15 de março um contrato com a empresa CONSTRUSERVICE EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA, que realizará o realizar manutenção de massa asfáltica em AAUQ em diversas ruas do município de Codó.

O contrato tem duração de nove meses e dezesseis dias e custará aos cofres públicos o valor de R$ 1.497.380,89 (um milhão, quatrocentos e noventa e sete mil, trezentos e oitenta reais e oitenta e nove centavos).

O pavimento

Pensando em ofertar um serviço de qualidade para a população de Codó, a prefeitura vai utilizar AREIA ASFÁLTICA USINADA A QUENTE (AAUQ), que é uma mistura a quente formada pelo emprego de pedrisco, pó de brita, areia e cimento asfáltico de petróleo (CAP). O material é geralmente utilizado em vias de menor tráfego de veículos. Entre os benefícios estão a alta qualidade, maior aderência e conforto e segurança aos codoenses.

Governo entregará cinco Escolas Dignas reformadas nesta terça- feira (15), em São Luís

C.E Estado de São Paulo (Foto: Antônio Martins)

“A infraestrutura da escola está ótima, tem tudo o que a gente não tinha antes”, diz a estudante Tássia Cibele Moura, presidente do Grêmio Estudantil do Centro de Ensino em Tempo Integral Professora Estefânia Rosa, no bairro do Turu, uma das cinco Escolas Dignas que serão entregues pelo Governo do Maranhão, totalmente reformadas, nesta terça-feira (15).

No mesmo dia serão entregues: a Unidade Integrada Maria Firmina dos Reis, a Unidade Integrada Estado de São Paulo, o Centro de Ensino Paulo Freire e o Centro de Ensino em Tempo Integral Dr. João Bacelar Portela.

Para reforma das unidades escolares, que foram totalmente recuperadas pelo Programa Escola Digna, o Governo do Maranhão investiu R$ 6,7 milhões, recursos oriundos do Tesouro Estadual. O investimento está beneficiando 2.681 estudantes de Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular e Integral.

Em algumas das escolas foram mais de 20 anos de espera por uma reforma estruturante. Foi assim com o Centro de Ensino em Tempo Integral Dr. João Bacelar Portela, no bairro Ivar Saldanha. A escola encontrava-se com a estrutura totalmente comprometida, desgastada pelo tempo e pela falta de manutenção adequada.

Investimentos na ordem de R$ 2 milhões garantiram a recuperação de toda da estrutura predial, com troca do telhado, instalações elétricas e hidráulicas, restruturação do reboco, piso, revestimento, banheiros com instalações de louças limpeza geral e raspagem de ferrugem das estruturas metálicas, climatização, dentre outros serviços e adequações que tornaram a escola apta a funcionar como Centro Educa Mais.

No CEIN Professora Estefânia Rosa, no bairro do Turu, a situação era pior ainda. A escola havia sido fechada para reforma em 2013, sem que a obra tivesse sido iniciada. Com o abandono, o prédio foi sucateado, ficando em estado precário.

Eu passava todos os dias na escola e via aquela escola grande, abandonada, eu ficava triste”, disse a estudante Vivian Rocha.

“Doía ver esse prédio tão grande sem nenhuma estrutura. Os alunos não tinham orgulho da escola porque nem piso nós tínhamos, desde 2012. Hoje a escola está linda”, disse emocionada a gestora da escola Claudiana Pereira de Sousa.

O prédio foi reformado do piso ao telhado, com recuperação e adequação de toda a estrutura, o que garantiu cara nova a escola, que pela primeira vez recebeu climatização. As mudanças geraram um forte impacto nas condições de ensino e na autoestima da comunidade escolar.

“Quando essa reforma chegou foi uma alegria muito grande, para todos nós”, destacou a estudante Vitória Pereira.

“Agora está tudo muito bom. Tem climatização, e eu já pedi até um casaquinho para a minha irmã por causa do ar condicionado”, disse a estudante Kássia Cristina Borges.

“É uma expectativa muito grande com essa inauguração. Eu já estou feliz por antecipação”, concluiu a gestora geral da escola.

O Governo do Estado já qualificou mais de 750 prédios escolares em todo o Maranhão, incluindo: reformas, reconstruções, construções e revitalizações pelo Programa Escola Digna, maior programa de investimentos educacionais da história do estado. A meta é alcançar as 1.306 unidades de ensino da rede estadual.

SERVIÇO
O quê: Entrega de cinco Escolas Dignas reformadas.
Onde: Em São Luís.
Quando: Nessa terça-feira (15).
– Às 9h na U.I. Maria Firmina Dos Reis (Rua Professora Arlete Lago Serra, S/N° – Cohama);
– Às 10h30 no C.E. Paulo Freire e o CEIN Professora Estefânia Rosa da Silva (Rua Dezessete, S/N°- Turu);
– Às 15h na Unidade Integrada Estado de São Paulo (Rua Muniz Barreiros, S/N° – Jordoa);
– Às 16h no CEIN Dr. João Bacelar Portela (Rua Jorge Damous, S/N° – Ivar Saldanha).
Contato: Raphael Garreto (Ascom/Seduc) 98 8432-9119.

Ascom