SEMA fecha útimos detalhes do Plano Estadual de Educação Ambiental

A SEMA apresentou, nesta terça-feira (28.03), a versão preliminar do Plano Estadual de Educação Ambiental na 1ª Reunião Ordinária da Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental – CIEA –MA, em 2017. Na ocasião, os membros da CIEA discutiram sobre o documento apresentado e puderam fazer alterações no mesmo.

O próximo passo será a publicação do PEEA no site da SEMA (www.sema.ma.gov.br) por 30 dias para consulta pública, em seguida o referido Plano será aprovado por meio de Lei. O principal objetivo do Plano Estadual de Educação Ambiental é a implementação da Política Estadual de Educação Ambiental (Lei 9.279/2010).

O processo de elaboração do PEEA-MA aconteceu de forma participativa, com a presença de diversos setores da sociedade maranhense, como cooperativas, associações, sindicatos, entidades de classe, políticos executivos, dirigentes, ONGs, gestores ambientais, professores e lideranças comunitárias, que acompanharam, divulgaram e validaram o documento, sob a supervisão da CIEA-MA.

Os seminários com a participação desses atores foi uma forma de conhecer a opinião e reunir propostas a respeito das políticas que orientarão as ações de educação ambiental em todo o Maranhão. “Os seminários foram significativos e ímpares. Todos os 217 municípios foram ouvidos, colocaram suas propostas, de acordo com sua realidade”, explicou o Secretário de Meio Ambiente, Marcelo Coelho.

O gestor, ainda, completou: “O Maranhão será o terceiro Estado do Brasil a ter o Plano de Educação Ambiental. E esse não é um trabalho fácil. Em todas as unidades regionais de educação foi feito um trabalho de socialização e conscientização para que esse fosse um trabalho com bons resultados. Não é só combater e fiscalizar os crimes ambientais, mas trabalhar a conscientização da população”.

Ascom

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Receita Federal apreende 3 mil munições para fuzil ocultas no painel de um veículo

Durante fiscalização de rotina no Posto Fiscal Leão da Fronteira, dia 25 de março, por volta das 13h, os servidores da Inspetoria da Receita Federal em Mundo Novo/MS, fronteira com o Paraguai, apreenderam 3 mil munições calibre .556.
O veículo de placas de Maringá/PR, conduzido por um homem de 33 anos, entrou no Brasil, proveniente do Paraguai. Durante a abordagem, o motorista apresentou contradições e nervosismo. Os servidores aduaneiros resolveram fazer busca minuciosa no interior do veículo.
No compartimento no painel, foram descobertas 3 mil munições. Segundo o infrator, ele receberia R$ 3 mil para levar o carro até Maringá.
Muito utilizadas por facções criminosas ligadas ao tráfico de drogas e assalto a bancos, as munições são do calibre .556.
O homem foi preso em flagrante por tráfico internacional de munições e encaminhado para a Polícia Federal com as munições.

Fonte: Receita Federal

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Professora de Jornalismo da Facema tem projeto de pesquisa selecionado para participar do 26º COMPÓS

A Profª Msc. Thamyres Sousa de Oliveira do curso de Jornalismo da Facema teve o seu projeto de pesquisa “O jornalismo piauiense e a censura em tempo de estado novo”, selecionado em primeiro lugar para concorrer ao prêmio na categoria de dissertação, no 26º Encontro COMPÓS – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, entre os dias 06 a 09 de junho em São Paulo.  A COMPÓS é um evento que tem como objetivo promover o intercâmbio de acadêmico entre os pesquisadores dos vários Programas do país, através de encontros anuais, estruturados sob a forma de Grupos de Trabalhos (GTs), onde são apresentados e debatidos estudos que buscam refletir sobre o avanço científico, tecnológico e cultural no campo da comunicação.
Prof._Thamyres

Para a Mestre Thamyres Sousa, a escolha de sua dissertação, entre 10 outros trabalhos selecionados é uma conquista. “Muito feliz com essa oportunidade de pode representar o Piauí e o programa de pós-graduação em comunicação da UFPI nesse evento que é um dos maiores da América Latina na área de comunicação. E essa conquista é também de grande importância para o Jornalismo da Facema, pois vai motivar ainda mais os alunos do curso a buscarem mais o campo da pesquisa científica, é claro, sem deixar de lado, o conhecimento do ensino e da extensão.”

Exemplo disso é o trabalho de orientação que a professora vem desenvolvendo junto às alunas do 2º período de Jornalismo, as bolsistas Glenda de Carvalho Assunção e Mayrla Frazão de Lima, que tiveram ainda no primeiro período o projeto pesquisa:Deu zika: o jornal o estado do maranhão e a produção de notícias sobre o zika vírus”, aprovado pela Fapema.

Fonte: Portal Facema

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Mais um codoense morre devido a precariedade do HGM de Codó

Era por volta das duas horas da manhã desta quarta-feira quando o senhor Augusto Pereira da Silva, de 73 anos de idade, deu entrada no Hospital Geral Municipal sentindo fortes dores no peito. Somente às três da manhã uma equipe médica apareceu no local para atender o idoso que já estava a uma hora a espera de atendimento, que faleceu meia hora depois dentro do hospital.

Um neto da vítima relata que os enfermeiros e o médico estavam dormindo e por isso demoraram a realizar os procedimentos necessários, a testemunha, que estava presente no local, relatou também que os enfermeiros aparentavam ser estagiários pois não sabiam nem ligar o aparelho reanimador e que um deles recomendou que a família levasse o idoso para ser atendido na Unidade de Pronto Atendimento – UPA, mais a sua transferência foi negada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, que estava presente no local e teriam alegado que não iriam fazer a transferência porque no outro local o paciente também não receberia o atendimento adequado.

A família do senhor Augusto Pereira da Silva que residia na rua Nina Rodrigues, Bairro Santo Antônio, disse que vai entrar com uma ação na justiça contra o poder público municipal, pois eles relatam que ouve falta de profissionalismo, equipamentos e medicamentos.

A morte do idoso de 73 anos de idade entra nas estatísticas mórbidas do HGM, que já registrou várias mortes desde que passou a ser administrado pela equipe do novo governante do município.

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Prefeito Francisco Nagib demite diretor do HGM e anuncia novas alterações no Hospital ainda esta semana

O prefeito Francisco Nagib (PDT) demitiu na manhã desta quarta-feira (29), o diretor do Hospital Geral Municipal (HGM), Messias Neves. Nagib esteve esta semana no HGM e constatou vários problemas dentro da unidade e anunciou que tomaria medidas urgentes para mudar a situação atual do Hospital que virou alvo nos últimos dias de denúncias, inclusive de negligência.

Em uma semana, duas mulheres morreram e três crianças, sendo que uma das mulheres que entraram em óbito estava gravida de gêmeos. As crianças também morreram. Foi a primeira substituição feita pelo gestor nos três meses de governo. E não vai parar por aí. Haverá novas substituições no HGM ainda esta semana, segundo informou o prefeito ao Blog na manhã desta quarta-feira.

Messias Neves não ficou sem emprego. Nagib o encaminhou para o setor de média e alta complexidade e ficará na Secretaria de Saúde onde vai dá suporte ao HGM e Samu. Por enquanto só na área de média complexidade, já que o Hospital passará a atender alta complexidade somente quando for implantada a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Para o cargo de diretor do HGM, Nagib contratou a ex-gestora do Hospital Geral de Peritoró, atualmente responde por uma unidade hospitalar em São Luís/MA. A nova diretora do HGM se chama Ester e assumirá o cargo ainda nesta quarta-feira. As próximas alterações no hospital, serão divulgadas até o fim de semana.

Fonte: Correio codoense

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Vereadores se manifestam sobre o caso da dona Ednalda e seus filhos gêmeos que faleceram dentro do HGM

Ainda continua repercutindo muito o falecimento na semana passada da senhora grávida e seus dois bebês gêmeos que estavam na barriga da mãe (reveja). As mortes das três vítimas aconteceram dentro do HGM e até o presente momento não foram esclarecidas pelo poder público municipal.

Nesta segunda-feira (27) alguns vereadores que participaram da sétima sessão ordinária da Câmara Municipal de Codó usaram seus pronunciamentos na tribuna da casa para falarem sobre o lamentável episódio que tirou a vida de três codoenses.

Veja e ouça o que eles disseram:

VEREADOR RODRIGO FIGUEIREDO:

“Essa senhora faleceu no HGM por falta de estrutura do hospital para atender e realizar o parto dessa senhora, as famílias dizem uma coisa e a prefeitura diz outra e eu fico com o que diz a família, o marido da senhora relata que ela chegou viva no hospital, que ela faleceu no hospital e o que é mais triste ele relata, o pai das crianças, que depois que a senhora morreu as crianças ficaram ainda por um tempo mexendo dentro da sua barriga. Aonde que nós estamos população de Codó? Com um governo fraco, um governo incompetente, um governo insensível desse!, lamentou Rodrigo Figueiredo.

VEREADOR LEONEL FILHO:

É um ou dois querem fazer sensacionalismo em torno disso, as vezes um quer fazer uma algazarra em uma situação tão delicada que a família até esse momento que pega um parente que não sabe nem o que responder, fica mudo, ai é claro que vai ter o desabafo, vai ter o desabafo nessa hora e vai emocionar a gente porque ninguém… (inaudível), a gente só lamentar muito e as providencias vão ser tomadas”, tentou defender Leonel.

VEREADOR JUNIOR OLIVEIRA

“É delicado esse caso, é ruim para a gente está abordando isso, mas eu não acredito que o Dr. Osnir tenha sido negligente com um caso desse. Com o conhecimento que ele tem, com a competência que ele tem e com o comprometimento que ele tem, é por isso que eu pedi para a gente analisar o caso com carinho, pra gente não sair as vezes falando o que não aconteceu. Nós não podemos chegar, chegar quem não é médico, chegar e sair dizendo que aconteceu isso e aquilo, pois é o médico é que sabe os procedimentos que tem que ser feito, palavras de Junior Oliveira.

VEREADOR PASTOR MAX

“Porque pelos relatos obtidos através da mídia social uma série de fatores levaram a esta terrível situação, mais uma eu destaco, a falta de humanização de vários profissionais do serviço de saúde que atenderam o caso e que foi decisivo para que este mal acontecesse, lamentou Pastor Max.

VEREADOR EXPEDITO CARNEIRO:

É lamentável, a gente se sensibiliza bastante com os familiares, eu acho que só quem passa é que sabe dizer a dor, nós também temos que se colocar no lugar da família (…), assim como também como o vereador Domingos Reis falou que nosso prefeito tenho certeza que irá tomar todas as providencias cabíveis para dar uma resposta a sociedade, a sociedade precisa de uma reposta, os familiares das pessoas precisam de uma reposta”, disse Expedito Carneiro.

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Prefeito de Codó e autoridades inauguram a nova sala de atendimento ao público do SAAE

Na manhã desta terça-feira (27) o prefeito de Codó, Francisco Nagib, e autoridades municipais inauguraram a nova sala de atendimento ao público do SAAE. Na solenidade estavam presentes o ex-prefeito Zito Rolim, secretários de governo, vereadores, diretores e funcionários da autarquia.

De acordo com o diretor Evimar Barbosa, as novas instalações do atendimento ao público fazem parte da grande reestruturação administrativa feita no SAAE desde o início da administração do prefeito Francisco Nagib. “O governo municipal reestruturou o SAAE. Agora, com a reforma administrativa, nos dividimos em três diretorias, que terão a missão de cuidar bem do abastecimento de água e da saúde dos codoenses, pois iremos primar pela qualidade da água. A boa água é sinônimo de saúde. Saneamos as finanças e estamos investindo na área operacional, em tecnologia e na área comercial, para proporcionar um ótimo relacionamento com nossos clientes”.

Em seu pronunciamento, o ex-prefeito Zito Rolim, exaltou a reestruturação do SAAE e o empenho do prefeito Francisco Nagib em realizar boas mudanças de gestão em um curto período. “Estávamos certo quando escolhemos Francisco Nagib para nos suceder. Em menos de noventa dias ele já realizou muito por Codó. Uma dessas boas mudanças foi a reformulação e reestruturação do SAAE. Esse conjunto de medidas irá beneficiar o cidadão codoense, que irá encontrar um fornecimento de água de qualidade e um atendimento mais ágil, dinâmico e de qualidade”.

Novo atendimento

A nova sala de atendimento do SAAE foi reformada para melhor atender ao público, com ambiente climatizado, novos acentos, quatro guichês para atendimento e novo sistema informatizado. Além da reforma física do espaço, os codoenses poderão contar com os atendimentos durante todo o horário comercial, incluindo o intervalo de almoço e aos sábados até as 13 horas.

O prefeito Francisco Nagib parabenizou toda a equipe do SAAE e a população codoense por mais uma conquista. “Investir em água é investir em saúde. Na semana passada estivemos em São Luiz, junto com o governador do Maranhão, para a assinatura de importantes parcerias de projetos hídricos, como o Seminário Revitalização dos Rios Maranhenses e suas Nascentes e o Projeto Água Doce, que irá solucionar problemas de água salinas e salobras em Localidades rurais. A reestrutura do SAAE também visa a melhora da qualidade da água consumida pela nossa população. Por isso iremos investir cada vez mais em reforma e reequipagem dos poços, analise e tratamento para a melhor qualidade da água e na garantia do abastecimento sustentável das famílias codoenses”, finalizou o Prefeito.

Ascom – PMC

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Mais duas indicações são apresentadas pelo Vereador Chaguinha da Câmara

Com o período invernoso em nossa cidade, as principais ruas dos bairros de Codó estão apresentando sérios problemas em suas estruturas e com isso colocando em risco a trafegabilidade da população, devido aos buracos e principalmente entupimento da rede de esgoto que tem causando alagamento até mesmo nas residências dos moradores.

Mantendo o compromisso assumido com a população de Codó e cumprindo com a responsabilidade do seu mandato, nesta semana o vereador Chaguinha da Câmara apresentou mais duas indicações de Número 67, que foi exposta depois de constatar as dificuldades enfrentadas pelos moradores da Vila Fomento, que estão com dificuldades em transitar pela ponte de madeira que fica localizada na principal rua do bairro.

“Através dessa indicação, eu quero levar esta demanda ao nosso prefeito e ao nosso secretário, queremos lembra-lo deste grande problema da única ponte que dá acesso a Vila Fomento, que fica próxima a UFMA. Se está ponte vier a ceder aqueles moradores ficarão totalmente abandonados, impossibilitado os alunos de irem a escola, os membros de irem as igrejas e os demais moradores que precisarem dos serviços do SAMU e da polícia ficarão sem essa importante passagem”, pontuou o edil na justificativa da sua referida indicação.

Paralelo a isso, o edil por meio da indicação de número 68 solicitou ao executivo que realizasse o recapeamento da avenida 1, que fica no conjunto Multirão, também na região do Bairro São Francisco.

“Uma avenida que está totalmente danificada onde a mesma sendo a principal está apresentando problemas na sua estrutura, antes necessitava apenas de uma operação tapa buracos e hoje é obrigado fazer um recapeamento completo daquela avenida”, Finalizou o parlamentar.

As indicações foram colocadas em votação e aprovadas por todos os vereadores ali presentes.

Ascom

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Weverton Rocha vira réu no STF por peculato e violação à Lei de Licitações

O deputado federal Weverton Roch (PDT) tornou-se réu no STF pelos crimes de peculato e violação à Lei de Licitações, nesta terça-feira (28). A denúncia feita pelo Ministério Público Federal(MPF) foi aceita, nesta terça-feira (28).

Segundo o MPF, enquanto ocupou o cargo de secretário de Esporte e Juventude do Maranhão, em 2009, o parlamentar cometeu irregularidades ao contratar um empreiteira e na dispensa de licitação para a reforma do ginásio Costa Rodrigues, em São Luís.

No caso da dispensa de licitação, o Ministério Público diz que o contrato que inicialmente custou R$ 1.988.497,34 passou, após aditivo, para R$ 3.397.944,90 do valor contratado.

Sobre a irregularidade da contratação da empresa, que começou a ser investigada ainda pelo pelo Ministério Público do Maranhão e passou ao Supremo depois que Weverton virou deputado federal, ocorreu fraude no procedimento administrativo.

Para os procuradores da República, existiram descuidos, omissões e condutas irregulares por parte de Weverton na contratação da empresa Maresia Construtora Ltda.

Em tempo: Caso seja condenado dos crimes pelo STF, Weverton já pode descartar sua candidatura a uma cadeira no senado em 2018.

Fonte: Luis Pablo

Comentários somente via Facebook
Continue Reading

Governo amplia investimentos na atenção materno-infantil e entrega primeira UTI Materna do Maranhão

Pela primeira vez na história, o Maranhão contará com uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) materna disponível na rede pública de saúde. O Governo do Estado inaugurou a nova ala do Hospital e Maternidade Marly Sarney na tarde desta terça-feira (28) e deu mais um importante passo no fortalecimento da rede materno-infantil no estado. Os oito leitos de UTI marcam uma nova era de cuidado e proteção às mães maranhenses.

A UTI Materna atenderá pacientes obstétricas graves, tanto no período pré, como intra e pós-parto, com doenças próprias da gravidez ou nela intercorrentes, requerendo internação em regime de cuidados intensivos. O serviço disponibilizará oito leitos para atender pacientes integradas ao Sistema de Regulação de Leitos Obstétricos da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que assegura a transferência das gestações de alto risco para o Hospital e Maternidade Marly Sarney, unidade de referência.

O vice-governador Carlos Brandão representou o governador Flávio Dino durante a solenidade de entrega da UTI Materna e enfatizou que o Governo está trabalhando para mudar a realidade da saúde no estado, que ainda é deficitária em vários aspectos, a exemplo do cuidado materno. Ele explicou que muitas vezes a criança conseguia escapar de uma complicação, mas a mãe acabava não conseguindo devido a falta de estrutura.

“E agora nós temos esses leitos de UTI para atender as mães. Temos três maternidades aqui em São Luís. São cerca de 150 mil procedimentos por mês. Agora, com esse novo serviço, nós vamos ter mais oportunidades, pois ele era inacessível e com o olhar mais humano e mais presente do Governo ele está disponível”, disse Brandão, explicando que há oito anos o Hospital e Maternidade Marly Sarney não tinha uma intervenção na área de reforma e equipamentos.

O corpo clínico da UTI Materna é formado por plantonistas, especialistas em terapia intensiva, e ginecologistas obstetras. As pacientes contarão, também, com os cuidados de uma equipe de enfermagem especializada em UTI, assim como com o apoio de médicos nas especialidades de cardiologia, anestesiologia, neurologia, infectologia, fisioterapia respiratória, psicologia, entre outros.

O Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, sublinhou que antes da UTI Materna, quando havia alguma ocorrência durante o parto ou mesmo no pós-parto, as mães tinham que ser deslocadas para outras unidades de saúde. “Já perdemos algumas mães nesta situação”, contou Lula, esclarecendo que isso ocorria ou por falta de uma UTI em outros hospitais, ou pela demora na intercorrência.

Ele ressaltou, ainda, que os leitos da UTI Materna são dotados do que há de mais moderno em equipamentos, inclusive com ferramenta de acompanhamento de pacientes via celular. Além disso, o secretário destacou outros avanços obtidos pela gestão do governador Flávio Dino na Marly Sarney. “Quem acompanha esta Maternidade ao longo dos dois últimos anos sabe o quanto aqui mudou. Hoje podemos dizer que não temos mais grávidas esperando para parir ou parindo em cadeiras, como a gente tinha. E, hoje, já com quase 200 leitos, a gente entrega não só equipamentos novos, mas também novos serviços”, reiterou Carlos Lula.

O secretário explicou ainda que a inauguração da UTI Materna faz parte da política de redução das taxas de mortes materno-infantil. “Essa também é mais uma iniciativa do Estado com esse intuito. A gente no ano passado já teve uma redução e é esse caminho que queremos percorrer, de continuar reduzindo a mortalidade materna no Maranhão para sair do patamar que temos hoje de um dos maiores do Brasil”, pontuou.

Sonho antigo

O diretor geral do Hospital e Maternidade Marly Sarney, Edison Cunha, disse que a inauguração da UTI Materna é algo tão almejado no atendimento às gestantes do nosso estado que representa a realização de um sonho.

“Nós que trabalhamos aqui na Unidade de Alto Risco da Marly Sarney recebemos muitas pacientes graves, oriundas do interior e muitas vezes não tínhamos para onde drenar essas pacientes que precisavam desse atendimento da UTI Materna. Então, hoje, com essa inauguração, a capacidade ganha muito com assistência a saúde materna, e, consequentemente, refletindo na redução desses indicadores de mortalidade materna”, realçou.

A mãe Francimara Reis Silva, que estava tendo alta da Maternidade nesta terça-feira (28), elogiou a iniciativa e disse que é essencial em casos graves. “É perigoso até morrer caso aconteça alguma complicação. Agora é melhor que tem mais segurança, caso precise de apoio”, frisou.

Ascom

Comentários somente via Facebook
Continue Reading