Radialista é dispensado após se recusar a falar mal do vereador Expedito Carneiro

Considerado um dos mais importantes e influentes radialistas do município de Codó, o comunicador João Paulo, popularmente conhecido como JJP, foi dispensado da rádio Mirante AM de Codó.
O radialista esteve na tarde da última segunda-feira (04) no estúdio da emissora onde deveria iniciar o seu programa, no entanto foi informado que não fazia mais parte do quadro de funcionários da empresa.
Empresário Leonel Araújo
O motivo da sua dispensa não foi claramente esclarecido, mas fontes do nosso blog nos revelaram que o dono da emissora, o empresário Leonel Araújo, não estava satisfeito com o comportamento o radialista. JJP se recusava a falar mal de Expedito Carneiro no seu programa, enquanto a ordem era meter a lenha no presidente da Câmara Municipal de Codó.
O comunicador sempre se mostrou contrário a decisão dos vereadores de Codó de tentarem afastar Expedito do comando da Câmara e por esse motivo foi mais uma vítima do ditatorial e descontrolado Leonel Araújo.

VEJA TAMBÉM OUTRAS MATÉRIAS

3 Comentários

  1. Mostrou coragem! Abrir mão do emprego por causa de perseguição hoje em dia é pra poucos! Muitos preferem viver de migalhas e ser massacrados pelos ditadores! Parabéns pela atitude!

  2. 12 O ímpio máquina contra o justo, é contra ele range os dentes. 13 Mas o Senhor ri do ímpio, pois Ele vê que está chegando o seu fim Salmos 12-13

    Não se preocupem com as perseguições,o dono do mundo está vendo tudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *